video

Este comboio passa pelo mercado de Bangkok.

Acho que nem um filme do James Bond, com todos os efeitos especiais, conseguiria dissimular tão bem a passagem de um transporte tão destas dimensões.

O mais impressionante é que os mercadores nem devem conhecer o David Coperfield isto era capaz de ser mais a "onda" dele...se do outro lado tivesse uma multidão...ou câmaras...Já tou a divagar...

Os Ursos...que somos!


Por vezes tiramos erradamente conclusões de algumas situações, sentimo-nos como ursos grisley, agimos como se fossemos picados por uma abelha e ainda fazemos beicinho.
.
PS: Reparem como eu uso o plural ;)

Carros dançantes



já alguma vez viram um carro dançar?
Eu já, ou melhor, senti o meu carro dançar. E como ele estava "louco".

Numa rua aqui na terriola parei atrás de um carro branco e à medida que vejo as escovas desse carro darem saltos começa o meu a saltar também. Parecia uma daquela cenas da série "fama" em que um começava a cantar e os restantes dançavam e faziam coro.
O meu carro estava ao saltos enquanto o da frente cantava e saltava também.


Remember my name (Fame)
I'm gonna live forever
I'm gonna learn how to fly (High)
I feel it coming together
People will see me and die (Fame)
I'm gonna make it to heaven
Light up the sky like a flame (Fame)
I'm gonna live forever

Dão-se rebuçados!!!


Desafio da Miss Precious:


Se eu fosse um mês seria...Setembro, é o mês do descanso das férias, de subtis mudanças no clima e da claridade,
Se eu fosse um dia da semana seria...Segunda-feira, nada como o inicio, a renovação da semana de trabalho :S
Se eu fosse um número seria...o 7, toda a gente sabe da minha ganância por este número.
Se eu fosse uma flor seria...um malmequer, desfolheiem-me e verão o que lhes quero ;)
Se eu fosse uma direcção seria...o Oeste, ou o farwest...bom digamos que até gosto assim mais ou menos dos filmes onde se vê aqueles arbustos a andarem ao sabor do vento.
Se eu fosse um móvel seria...uma mesa de refeições, ui ca bom sentir os pratinhos quentes a pousarem em mim, ui ui ai ca bommmmm e as pernas fortes, fortes. tão fortes que aguentam com pessoas em cima a...dançarem :P
Se eu fosse um liquido seria...mercúrio, bom é um metal liquido mas não deixa de ser liquido né? e quando sai do termómetro, parece aquele gajo do "Terminator 2", junta-se sem perder uma gota.
Se eu fosse um pecado seria...a luxúria, ahhhhhh isso é que era bom viver sempre no bem bom (Vai sonhando dekruella).
Se eu fosse uma pedra seria...uma rocha na praia.
Se eu fosse um metal seria...heavy, sou perdida pelo pesado sou, pois sou, mais que comprovado!
Se eu fosse uma árvore seria...uma oliveira, um bocado contraditório com o pecado não é? Afinal esta árvore simboliza a pureza...oh well...gostos delas fortes, grandes, firmes e hirtas.
Se eu fosse uma fruta seria...um cacho de uvas, faz-me lembrar pessoal de túnica branca deitados na chaise long a serem abanados por com folhas de palmeira e hummmm a chuparem o suco dos Deuses...hummm... lá está, o simbolo da luxúria, damm sou mesmo contraditória nestas coisas.
Se eu fosse um clima seria...Tropical, megatérmico nada de Inverno, o chato é a transpiração e os cheiros que adevêem daí, mas nada que uma banhoca e um bom deodorante não resolvam :D
Se eu fosse um instrumento musical seria...uma pandeireta, uiiii isso é que era levar tau taus na pele até girar os discos ;)
Se eu fosse um elemento seria...Nitrogénio, (N) n.º atómico 7 e n.º de massa 14 (7 Protões e 7 Neutrões)...cabummmmm...e mais não digo.
Se eu fosse uma cor seria...laranja, está entre o vermelho e o amarelo, cor quente, cor da alegria, cor de número, cor da lua em dias de calor...
Se eu fosse um animal seria...um Porco, ou melhor uma porca...hummmm...ouvi dizer que os porcos e os orgasmos se dão muito bem várias vezes ao dia.
Se eu fosse um som seria...o mar a bater na areia, Havia uma música assim não havia? hummm...não me lembro muito bem.
Se eu fosse uma canção seria...Sona da L'Orchestra di Piazza Vittorio. Ou qualquer uma que saisse da boca do Michael Bublé...se ele não tiver mau hálito até me podia cantar a um cm da minha cara.
Se eu fosse um perfume seria...Tasha da Avon, um cheiro Primaveril saído dos Ceus (Centro de Estudos Unificadores de Smell)
Se eu fosse um sentimento seria...alegria, Pois se tivesse tudo acima quem é que não ficava alegre a roçar o feliz, hã?
Se eu fosse um livro seria...Stonehenge de Bernard Cornwell. Ups...deixei a pedra cair monte fora, que desajeitada...olha...acidentalmente...matou um carrada de inimigos...xiiiiii...vou ser rainha!
Se eu fosse uma comida seria...Frango no Churrasco. Nada como uma boa carne fresca com um grande bronze no meio do nosso aparelho gustativo ;)
Se eu fosse um cheiro seria...chocolate derretido, Luxúria e mais não digo.
Se eu fosse um verbo seria...brincar, pois se alguém me levar algum dia a sério...sou internada!
Se eu fosse um objecto seria...uma Harley Davidson, não quero saber se ele é filho de David mas que deve ser bom sentar lá o padeiro lá isso deve ser!
Se eu fosse uma peça de roupa seria...uma t-shirt de homem, uiiiiii encostadinha todo o dia aos peitorais, aos biceps, aos abdominais, ao umbigo e...por aí abaixo até à ponta da t-shirt...uiiiii
Se eu fosse uma parte do corpo seria...o umbigo, egoísta dirão vocês e eu contesto porque já escolhi a luxúria.
Se eu fosse uma expressão seria...o teorema de Pitágoras, porque mais hipotenusa que eu não deve de existir.
Se eu fosse um desenho animado seria...Jessica Rabbit (pensavam que eu ia pôr a Cruella deVil nao era? eheheh...opa...não ia escolher uma destrambelhada!!!)
Se eu fosse um filme seria...Matrix, gostei das matrizes verdes do filme :P
Se eu fosse uma forma seria...Triângulo, duhhhh hipotenusa lembram-se?
Se eu fosse uma estação seria...Primavera, podia fazer um discurso muito giro neste iten mas aposto que a maior parte de vocês só leu os 3 primeiros e alguns desistiram logo quando viram um texto tão grande...por isso não vale a pena continuar, a desperdiçar as palavras, não é? LOL...se leram até aqui podem deixar nos comentários a resposta à seguinte pergunta: Qual o meu número preferido? A quem acertar...dão-se rebuçados!!!

Passo este desafio ao Chapas, Acesso restrito e PP. O resto do pessoal ou já fez, ou foi nomeado pela Miss Precious ou está-se lixando para este tipo de brincadeiras.

A Loja mágica de Brinquedos


"- Temos 37 segundos.
-óptimo. Agora esperamos!
- Não. Nós respiramos, temos pulso, regeneramo-nos. Os nossos corações batem as nossas mentes criam, as nossas almas alimentam-se. 37 segundos bem usados são uma vida."

Impotente


Sentir sem poder fazer nada.
Sentir sem poder ajudar.
Sentir que estava lá mas estava ausente.
Sentir a aflicação das palavras gritadas e não vistas no momento que precisavas.
Estar a aguardar por noticias e saber que tão cedo não as terei.
Dar tempo para a tua dor passar.
Ter esperança que o arco-iris retorne, aos poucos, à tua vida.
Aguardo com sentimento.
Lamento!

Femininos...

Num deste dias a falar com um amigo ele perguntou-me o seguinte:

- Qual é o feminino de "UM"?
- UMA

- Qual é o feminino de "DOIS"?
- Duas

- Muito bem...e qual o feminino de "Três"?
- Não há!
- Porquê? Porque é que há para "um" e "dois" e não há para os restantes números?
- Hummmmm....Não sei! Porquê?
- Também não sei mas acho que é uma boa pergunta!

Isto já foi há alguns dias mas ainda hoje penso nisso.
Portanto aqui vai uma tentativa, muito própria, de explicar.

Para "um" temos sempre a "uma" - soa a casal.
Para "dois" temos "duas" - soa a swing ou um ménage a quatre.
Daqui em diante já soa a orgia e como é tudo ao molho não há femininos definidos, é pernas para aqui braços para acolá. Coisos para a esquerda e coisas para a direita. No meio há algum cabelo, bolas e triângulos. Como é que se pode definir feminino ou masculino no meio daquilo tudo?

Esta é a melhor explicação que os pardecentos encontrarem para esta questão!

Se alguém conseguir encontrar uma que seja...mais...hummmm...menos...hummmm...ou talvez melhor...que avance sem medos!!!!


Que risota



Ena...que delicia quando se ouve alguém a rir!
Mesmo que seja de uma coisa, como esta publicidade do McDonalds, que nós não tenhamos achado assim tanta piada como isso...só ouvir alguém rir com gosto faz-nos rir também quase perdidamente do...riso!
Que bom! Que risota...contagiosa!
Depois pensei...pffffff...como é que alguém pode achar piada a isto! Pfffff

I like the way you move

I like the way you, look at me with those beautiful eyes,I like the way you, act all surprised,I like the way you, sing along,I like the way you, always get it wrong,I like the way you, clap your hands,I like the way you, love to dance,I like the way you, put your hands up in the air,I like the way you, shake your hair,I like the way you, like to touch,I like the way you, stare so much,but most of all....Yeah..most of all....I like the way you move.....I like the way you move.....I like the way you, look at me with those beautiful eyes,I like the way you, act all surprised,I like the way you, sing along,I like the way you, always get it wrong,I like the way you, clap your hands,I like the way you, love to dance,I like the way you, put your hands up in the air,I like the way you, shake your hair,I like the way you, like to touch,I like the way you, stare so much,but most of all....Yeah..most of all....I like the way you move.....I like the way you move......

Tal como...


Tal como uma árvore secular começo a vergar com o peso das ramificações.

Quando são novas as árvores erguem-se com toda a sua pujança em direcção ao céu. De ramos esticados com a intenção de tocar no sol ou nas estrelas, também eu me estico cada dia para chegar mais além.

Nem a força do vento nem as torrenciais chuvas, que tentam descalçar as raízes da terra, nem o sol abrasador conseguem fazer com que as árvores não se ergam cada vez mais alto.


Depois vem a interacção com o homem. Esta é confusa. O homem por um lado tenta derrubar-nos por outro faz-nos crer que é nele que está a força. Quando nos corta os ramos...ficamos impotentes, sentimos uma parte de nós a deixar-nos mas ele fá-lo para ficarmos mais fortes.

Sim, ficamos mais pequenas mas o ramos cortados crescem mais fortes e com mais força para se erguerem. Ficamos maiores.
Por essa razão, deixo que ele me rasgue a pele para inscrever palavras. Sangro a minha seiva por um bocado mas o que importa é que me vou erguer até ao sol ou até às estrelas.

Tal como uma arvore secular suporto o peso das minha ramificações e sigo em frente!

Páscoa


Olha, como diz um dos reis Magos da publicidade...

Coelhito se eu fosse tu, tirava a mão da boca e enfiava-a no...yuipiai yupiai.




Como o coelho da Páscoa não pões ovos desejo-te...muitas caganitas!!!

Inalação!!


Atchimmmmmmmm! Ufa... já saiu!!!!

Exalação...


Queres a minha mão?
Não. Queres o meu olhar.
Queres a minha atenção...
Mas não queres falar!



Queres o meu olhar?
Não. Queres a minha atenção...
Queres que seja eu a ficar
Mas não queres a emoção!



Queres a minha atenção?
Não. Queres apenas que seja eu a ficar.
Respiro fundo o tempo que foi de exalação
Até ter tempo de pousar!

Lerdice


Epá...se há coisas que me irritam são pessoas lerdas.

Sabem aquele tipo de pessoa que nós fazemos uma pergunta e ela parece que nem ouve mas no fundo está a tentar pensar no assunto sem conseguir organizar qualquer ideia na sua cabecinha oca??? reconhecem o tipo????


Não há nada que me possa irritar mais que essa gente lerda. Minto...há uma coisa que me irrita mais que isso. Além de me irritar, frusta-me!


Essa outra coisa é quando a pessoa lerda SOU EU!

IRRA que nem posso comigo mesma!

Epifania V


O melhor sítio para se achar dinheiro no chão é num...Banco!

Epifania IV


Acho que os homens gostam de ter uma Pediatra como companheira mas preferem fazer "o amor" com uma...bailarina exótica!

Há dias...


...em que apetece esfarrapar tudo o que se encontra à frente.

Se eu pudesse tinha esfarrapado o rato todinho com os dentes mas como a coisa é redonda, dura e demasiado grande para a minha bocarra resolvi projectá-lo para longe.

Mesmo assim a pouca sorte de uns é a sorte de outros...é que o rato com a força da minha projecção o máximo que lhe aconteceu foi um salto radical da mesa porque felizmente para ele tinha o fio do bodyjump agarrado ao...coiso!

Conversas no MSN

Ele:
Amélia Rodrigues
o que andas a berber ?
Eu:
corrigi a seguir

Ele: :D
na interessa :P
Eu:
bao ando a berber bada
Ele:
ummm ... agora tenho a certeza que andas de certeza a berber

Missão impossivel

Esta série fez de mim a pessoa que sou hoje. Isso e muita porrada nas ventas... e também alguns carolos, e talvez alguns calduços e a abelha Maia também deve ter contribuido...tenho quase a certeza!!!

Leiam depressa que este post pode autodestruir-se em 5 segundos!!!

Lord, have mercy!!!


I know that you like my style
Right, you know my style is naughty
Right? so don’t cock-block me
You like my style when I’m whiling out with my gang

Freaking Out!


Hoje de manhã, ia descontraída a conduzir o gajix até à cresche: -Tás muita giro para aqui, o boné fica-te bem para acolá...- e sempre atenta à estrada.

Quando chego a um determinado percurso do caminho vejo um cão a olhar fixamente para o carro e a aproximar-se da minha faixa e...pasmem-se...deitou-se! Tipo esfinge. Patas esticadas...parecia que me estava a prestar vassalagem.
Quer-se dizer... eu sei que sou rainha e senhora nos meus domínios domésticos mas nunca pensei que pudesse ser na "rua".

O que é certo é que não me acreditei no que estava a ver. Foi um "dejá vu" e a todo o momento esperava que o cão se tornasse voador e me espatanhasse o vidro da frente.

No entanto desta vez tive "testemunhas" que, felizmente, me ajudaram. E tornando a história mais curta o animal foi enxotado a custo da frente do carro.

Que raio se passa?

Será que o cão snifou droga?

Será que os animais quando vêem a minha viatura pensam que é a luz divina e tentam alcançá-la?

Será que houve algum, com o cio, que mijou o carro todinho e quando me aproximo os outros ao sentirem o cheiro ficam trôpegos com a intensidade e ficam em transe?

Será que sou eu o elemento chave da equação? Sou uma rainha animal quase a atingir o patamar do divino e que o meu poder mental os subjuga?

Será que é o facto de eu ter o cognome Kruella há algum reconhecimento animalário?

Será que não é um caso para o X-Files? Sim porque eles andam out there!

Será que algum dia eu verei um homenzinho verde a fazer-me vassalagem?

Será que algum dia eu verei um homem assim ajoelhado aos meu pés?

Será que amanhã irei trabalhar?


Não sei...mas que tou Freaking out...tou...lá isso tou!

O drama, o Horror...


Hoje, depois de regressar do trabalho, peguei no gajix e decidi ir dar uma volta maior de carro para ele adormecer.
Dá sempre resultado. Quando estou quase a chegar a casa e se ele ainda estiver naquela de um olho aberto e o outro fechado passo sempre o portão e dou mais uma volta para ter a certeza que ele entra em casa a ressonar.

No entanto, hoje, no meio do caminho tive uma experiência quase comparável aos episódios da quinta dimensão.

Em velocidade reduzida percorro um caminho que não se vê vivalma àquela hora e a meio do caminho salta um gato para a estrada. Vi a manobra do animal e reduzi, ainda mais, a velocidade até...parar.

O animal viu o carro aproximar-se e não se mexeu um milímetro. "O focinho" do carro deve-se ter encostado ao focinho do gato numa medição de forças titãs.
Eu fiz vrum vrum com o motor do carro e nada...não vi o animal a fugir para lado nenhum e tive um certo receio de avançar.

Comecei a imaginar que o gato tinha encostado o nariz ao carro, o calor tinha-lhe derretido os bigodes e o animal estaria, então, numa agonia com os bigodes colados no carro. Comecei a pensar que o melhor era ir descolar o gato do carro.
Quando ia para abrir a porta vi um gato voador pousar com as patas bem em cima do vidro da frente.
Raios, não me bastavam ter que me preocupar em limpar as réstias de bigodes do pára-choques ainda vi patas de pó a serem marcadas no meu vidro da frente.

Fiquei à espera que sua excelência patanhasse tudo e saísse por trás! Acham?
Instalou-se no tejadilho.
Que fez a Kruella?

Avançou com o carro devagarinho e travou de repente...acham que ele se desequilibrou, assustou-se e foi-se embora? Nada! Nadica de nada. Repeti três vezes a manobra. Nada!

Parei e saí do carro. Claro que hesitei em pôr a cabeça de fora porque comecei a imaginar que assim que o fizesse ele se iria agarrar ao cabelo e espatanhar-me toda até ficar com o cabelo todo emaranhado mas...arrisquei!

Saí e o magano do gato estava a deitado na maior das descontracções...comecei a bater no tejadilho e ele finalmente reagiu. Levantou-se e foi-se roçar na antena para meu desespero! Chamei-lhe todos os nomes que se pode chamar a um gato nesta situação: Espantalho xô xô!

Nada.

Tive que me pôr em bicos dos pés no estribo da porta e toda esticadinha agarrei no gato pelas patas dianteiras e pousei-o no chão já longe do carro e com os cães de toda a vizinhança a ladrarem-me!

Raios partam o mansarrão do gato! Quase que jurava que ele ainda pensou em vir atrás de mim, quase...vi no olhar dele que a noite podia não ter ficado por ali e antes que ele fizesse o que estava a pensar...dei de frosques!

Epifania III


Quando se está na palheta, através do MSN, com outra pessoa e esta despede-se com os seguintes sinais:

Bjs :P


Isto quer dizer o quê? Para mim só tem um significado: Linguado!

Epifania II


Assim como as pessoas devem ser iluminadas à medida que avançam na vida também algumas estações de metro deviam ter mais luz!

Epifania


Já paraste para pensar que:
o meu Presente foi o teu Futuro...

Disfarça Kru!!!


Assim, a modos que para dissimular os dois post anteriores ponho aqui este de música com os seguintes dizeres.
.
Ahhh e tal esta música dos anos 80 é muita fixe e tal...fartei-me de a ouvir...podia ter influenciado a minha vida mas não...não influenciou...mas era fixe. Ouvi-a imensas vezes naquela altura. Lembrei-me de a pôr aqui porque a ouvi num filme este fim de semana e tal.
.
Naquela altura os cantores andavam assim quase todos trajados...enfim...anos 80, eu sei...mas estes tinham uma maneira peculiar de dançar. Não que se veja neste vídeo que por sinal até tem uma imagem péssima...mas vi num outro deles...uiiii credo...se fosse hoje eram considerados bichonas mas eram os anos 80...essas discriminações não existiam! Se existissem eles também não dançavam assim.
.
Podiam ter influenciado mas não..não...nada...nadica de nada! Embora os anos 80 tenham sido uns grandes anos em termos musicais. O electrónico e tal...os duos, os trio, a roupas rasgadas, a mamas da outra na piscina aos saltos, a Samantha Fox até a Stefanie do Mónaco...xiiiii...e depois os Erasure...give a little respect!
.
Bom ou disfarçava com este palavreado ou podia simplesmente fazer: Piu piu piu e dar aos braços a imitar um pássaro!

e vai daí...

(isto é o que ouço vezes sem conta)

...não consigo resistir e vejo o Noddy com a mesma atitude com que vejo um filme!
.
É mais forte que eu!
.
Então...deste cérebro habituado a fazer deduções, observações, suspeições, comparações, imputações, ilações, conversões, induções e relações sai o seguinte:
O Noddy é um puto que vive numa casa sozinho, sem mãe nem pai. A figura paterna é o Orelhas que a bem dizer desconfio que seja o verdadeiro pai e não lhe diz. A ver pelo penacho igualzinho na cabeça dos dois e pela troca de tonalidade das roupas. Um veste uma casa azul o outro vermelha uma tem o barrete azul o outro vermelho (suponho que o do orelhas não tem guizo por ser é adulto) e ambos usam um lenço ao pescoço. Bem as orelhas são diferentes mas o Noddy deve ter saído à mãe!
O Noddy é um puto que conduz um táxi...deve ter tirado a carta na farinha...
Só existem dois carros na aldeia dos brinquedos: o do Noddy e o do Faísca. No entanto o policia esbraceja abundantemente para que a circulação não engarrafe!!!
Os duendes, figuras que nos contos, costumam ser baixas ou pequenas são os mais altos. Um deles, o Sonso, que pela faces sempre rosadas deve andar sempre bêbado, até porque não acerta uma com inteligência, tem com certeza alguma relação de parentesco com o Noddy. Suspeito que seja ou irmão ou primo por causa do mesmo penacho na cabeça e as orelhas do Orelhas.
Nisto tudo o Orelhas é detentor de um segredo que pode influenciar a vida naquela aldeia e o enredo poderia vir a ficar deveras interessante...
isto é o que faz...ser obrigada a ver estas coisas!!!

Aviso: Se decidirem ver o este vídeo estão por vossa conta e risco (linguagem imprópria a fãs do Noddy).

De mãos dadas


Bem sei que já escrevo sobre esta personagem demasiadas vezes...e recorrentemente ao fim-de-semana. Para quem lê o blog frequentemente sabe porquê!

Ando agora a dar os primeiros passos neste mundo infantil e começo a ficar traumatizada...com tantas repetições...e com o gajo de barrete azul...mas o gajix pede e a mamix faz-lhe a vontade.

Eu juro que não quero...juro que não...mas por vezes sou obrigada a ver o Nody também, quando o gajix faz requisição da mão da mamix.
É castigo (só pode), pelas vezes que sou eu que sugiro a visualização só para o manter mais sossegado e ele (espertito) troca-me as voltas exigindo a minha mão e depois ali estamos os dois...juntos...de mão dada: Ele a ver o Nody e eu de beiçolas esticadas prestes a fazer birra.

Amo-te com ou sem seta?


Ontem passei por uma loja de chineses e vi na montra um peluche vermelho em forma de coração com os dizeres: Te amor!
Não estou a escrever mal...te amo... transformou-se na lógica tradutiva oriental em...te amor...
Ainda aturdida no meio de uma risota interna deparei-me com mais um coração, este bordado a dourado (ughhttt) atravessado com uma seta, ente o "te" e o "amor".
Suponho que tenha sido para reforçar a ideia!

No entanto os pardacentos começaram a criar ilações.

Para que raio é que se simboliza o amor com uma seta atravessada no coração????

Então isso não será antes para matar o amor?!? Não será a morte do artista se a tal seta atravessa o coração?

Já sei que vão falar do cupido e tal mas esse puto endiabrado de cachos loiros não passa de um aselha com má pontaria!

E quando ele acerta em alguém... se for no coração...essa pessoa devia cair redondinha mas não era de amor era mesmo de morte matada...e se não for no coração mas num orgão vital também devia cair (para ficar bem explicito a minha ideia) de morte morrida!

Portanto...qual foi a razão de representar a paixão com uma seta no coração?
Iremos morrer com a aselhice do puto? É isso?

Hummmmmmmmm

Me, myself and I


Ontem saí com as minhas companheiras de aventuras, as famosas, Me, myself and I. Que quarteto fantástico que nós fazemos!

Como sempre surgem os comentários pensados que nos iluminam a massa amarela pardacenta.

Vejamos estas 4 situações:


1- À Saída do local de trabalho


Me- Olha só para aquela mulher, toda esparramada, em cima da máquina do multibanco.

I - Coitada está à procura do cartão na mala.
Me- Ela nem quer saber se as outras pessoas estão à espera ou não!
MySelf - Mas não há ninguém atrás dela...
Me - Pouco importa. Imagina se eu agora quisesse lá ir!?!
Eu - Queres?
Me - Não!
I - Então?...Raios que feitio!!!!


2-À saída do Centro comercial Campo Pequeno depois do almoço.


Me - Vê-me só aquela abécula de asa estendida, em cima do tapete rolante. Não deixa passar ninguém. Porque raio vai, como o Cristo Rei, de braços esticados?
Myself - Mas se queres passá-la pede...
Me- Não tenho pressa!
I- Então....Raios, que feitio!!!!


3- Olhando para um outdoor que rola os posteres


Eu - Vejam-me só a Penélope Cruz toda bonitinha com os dentes de fora a fazer poses sensuais
Myself- E aquelas três crianças? São uma gracinha!
Me - Hummm...já viste a criança mais acima? Também tem a pose dos dentes. Dantes na escola eram descriminadas por terem dentes de coelho agora...já de pequeninas fazem-nas fazer fotos todas pipis.
I - Siga!


4 - Na entrada do Quiroprático


Eu - É tão bom quando entramos num local e as pessoas cumprimenta-nos, tratam-nos bem e sabem o nosso nome.
Myself- Também acho.
I - Eu também gosto. Fazem-nos sentir parte de algo...
Me - Não admira...fazemos parte da carteira de clientes!!!
I - Raios mulher...hoje não se pode falar contigo!


Quando vai tanta galinhagem junta torna-se quase impossível reter todas as conversas por isso fiz o melhor que pude para transcrever o que nunca foi dito.

Segundos


Há dias que se instala em mim todo o peso dos segundos. Espero pacientemente pelo segundo seguinte na esperança que o peso seja reduzido mas este só se vai acumulando ao peso do segundo anterior, já gasto pelo relógio!

Irritações


Irrita-me sobremaneira que quando eu me sento no comboio e tento ler um jornal não o consiga fazer porque o dono, do mesmo, folheia-o de tal maneira que eu não consigo chegar a meio de um artigo.

Claro que quando estou a ler o destaque do jornal com algum interesse a última coisa que quero é que o dono vire precisamente a página que estou a ler para ele e ainda o dobre!

Será que ele pensa que eu sei ler ao contrário? Já tentei mas levo muito tempo!

Tal maleeeeeee, estas pessoas deviam ser castigadas.

Sem palavras

video

Um pouco em género de dedicatória ao Chapas que anda sem inspiração...fica o vídeo para que ele saiba que não é o único a ficar sem palavras ;)