O Taxi e o Avião



Um avião sofre uma pane e o piloto é obrigado a fazer uma aterragem de Emergência, mas graças à sua habilidade, consegue pousar em segurança no meio de uma avenida. Passado o pânico, os passageiros batem palmas e começam a sair do avião. Tudo parecia resolvido, quando um taxi desgovernado bate no avião.

No interrogatório com o motorista, o delegado questiona:

- O piloto evita uma catástrofe e o senhor consegue bater no avião parado? Como é que o senhor não viu esse jacto no meio da pista?
- Doutor, eu peguei um casalinho lá no shopping, eles entraram no táxi e começaram o maior amasso e eu 100% de atenção no trânsito.
- Sim, prossiga...
- Ele tirou a blusa dela e começou a chupar os peitos da moça e eu vendo pelo espelhinho, mas com 90% de atenção no trânsito.

- Continue...
- Ele enfiou a mão nas pernas da moça e puxou a calcinha dela, e eu com 80% de atenção no trânsito.
- E...
- Ela abriu o zíper e caiu de boca no bilau do rapaz, daí foi para 50% minha atenção no trânsito!

- Ok! E então?
- Naquele pega-pega e chupa-chupa, ela tirou o bilau da boca e apontou
na direcção da minha nuca, nisso o rapaz gritou:
- OLHA O JATO!!!
- Abaixei a cabeça na hora e nem vi a cor do avião... Doutor!! Como eu ia saber que era a porra do jacto e não o jacto da porra?

Gineco!


Todos os anos faço uma revisão aos dentes e à...ao...hummm...ao aparelho genital.

Do dentista, apesar de ter adiado alguns mesitos, já estou despachada. Tivemos a nossa conversa de sempre...ele a fazer perguntas e eu a responder como podia uma vez que tinha a boca...cheia!
Quanto ao ginecologista ainda não me apeteceu vê-lo...e pelo andar do ferrari...este ano já não vou vê-lo.
Apesar do gineco ter equipamentos ultra modernos (ou seja, a coisa com que faz o exame já não é o espéculo de metal frio com'ós corn*** mas sim um muito bonito de aspecto fálico que se introduz perfeitamente na...no...hummmm...no aparelho genital) confesso que mesmo assim não me cativa, portanto, não me faz correr para a sua cadeira! Talvez se ele dissesse algumas palavras mais....naughtys!


Upgrade

Fiz um upgrade ao template.

Andei a substituir HTML para adicionar smiles nos comentários.

Mexi em tudo quanto eram cores.

Os tamanhos mudaram e os espaços apertaram...

Pus-me a observar! Mudei as cores todas outras vez...pus o label ao lado, mexi na data!

Agora vou observar isto outra vez! Não gosto de tudo...provavelmente farei mais mudanças por agora...já perdi tempo demais!
.

O nome do meu penduricalho

Foi pesquizar (via blog do Vicio) o nome que o meu pénis teria se existisse e deu este resultado



Your Penis Name Is...



Godzilla

Apenas tenho a dizer que se introduzisse este meu pénis num humano, mo minimo esperava que essa pessoa dissesse: OHHHHHHH...GODDDDDD...que ZILLLLAAAAA!


Por falar em apalpação...




Apalpação...


...mamária. Foi o que fui fazer a seguir ao post anterior.
Ou melhor, fui tomar uma duchada e tungas toca de me apalpar para ver se anda por aqui alguma coisa que não devia. Não anda! Boaaaaaa!
Aproveitei para passar as mãos noutros sitios...e tirar as espuma...de cima dos ombros.

Pena é, que não se possa fazer uma análise idêntica ao colo do útero...por mais que se "coloque" (reparem que eu não disse "enfie" senão tinha que pôr outra vez a bolinha vermelha) o dedinho não se consegue identificar nada assim, pelo menos no que diz respeito a um exame com essa finalidade.

Aqui estou eu


...a olhar para o ecrã. Apetece-me escrever qualquer coisa mas não consigo organizar as ideias.
Talvez com o alinhamento das letras na formação de palavras eu consiga fazer algumas frases. No entanto para as prover de sentido era necessário um fio que as conduzisse e as ligasses.
Não me ocorre nada de jeito a não ser disparates produzidos pelos comprimidos que já devia ter tomado.
Os sons introduzem-se pelos ouvidos e produzem aquela dor de cabeça que força os olhos a contraírem-se e a boca a abrir ligeiramente para deixar sair uma imprecação.
Os dedos carregam nos botões onde as letras estão timbradas e os olhos acompanham à construção das palavras formadas entre espaços...agora só espero que estas ganhem sentido para quem as lê.

O melhor é dar, por agora, outro uso às mãos.

Apalpar-me...diz-vos?

(já cá venho contar)

Doença adiada


Hoje sai mais cedo trabalho. Melhor...saí logo depois do almoço. O vírus tomou posse e aqueceu-me o corpo. O cérebro não fez caso e cedeu ao que já que já devia ter cedido no fim de semana.
Andei a adiar ficar doente no fim de semana. Sozinha e com um caganito em casa não me posso dar ao luxo de ficar doente.

Hoje o corpo não aguentou mais, desobedeceu às ordens dadas pelo cérebro e cedeu.

Vim para casa com o intuito de descansar...quem sabe dormitar um pouco...mas não consigo. Ainda adormeci no comboio...mas em casa, dormir de dia, é coisa que não consigo.

Vou ter que me socorrer da ajuda do avós do gajix para ficarem com ele hoje. Caso contrário...vou ter que adiar a doença mais uma vez!

O som agonia-me...


...quando estou constipada. Se há coisa que me mete impressão quando ando, assim, doente é o som. Fico mesmo com o estômago embrulhado, a cabeça parece que fica cheia e dá-me para as tonturas. Nem digo como foi que me senti depois de sair do restaurante onde o som estava , extraordinariamente, elevado à quinta...pratofonia, em dó crescente: dóooooooooooooooiiiii-me!(mudei de ideias e disse. Relevem!)
Sinceramente até nem doía...fiquei zonza, portanto, agoniada!
Ou isso ou o copo de água que não bebi mexeu com os neurónios deixando-os inebriados.

Bryn Christoper



Esta música vai ser upa upa...love it...a lot!

"And I know someone is out there
Lead the way
Lead the way
Show me the answers I need to know"

To cool off

Budweiser

video

Monólogos com Vagina



"Expulsa-o! Fá-lo cair! Já não posso olhar para ele...nem para ti, coisa feia! Põe o Albino fora de acção antes que ele se adapte, goste e não queira sair....antes que ele se transforme em Fénix e renasça de todas as vezes que eu o eliminar. Cabe-te a ti, minha querida vagina, expulsá-lo!- Por isso...do it!"

Albino - uma morte anunciada!


Atenção este texto é para maiores de 21 anos. Está equipado com bolinha vermelha no canto superior direito porque pode ferir algumas susceptibilidades.
A partir daqui estás por tua própria conta!




Num destes dias estava eu a ver o estado das unhas dos pés, a inspeccionar se os pêlos das pernas já despontam, a analisar a afectação da gravidade aos seios, a ver se os mamilos embicavam ao toque quando de repente na análise profunda aos pêlos púbicos me deparo com...o Albino.

É o meu primeiro...pelo menos que eu saiba...assim...visível ao olho nu. Epá e logo que o vi a minha reacção foi de incredulidade. Primeiro lancei o meu grito à tarzan , mas como se o tarzan tivesse levado um pontapé nas bolas. Depois fiquei num histerismo mudo a olhar para o atrevimento do Albino. Firme, grosso e hirto.

Anunciei aos sete ventos o que me tinha acontecido. Queixinhas feitas obtive, logo, conselhos para acabar com ele sob várias formas e feitios. Agora apenas terei que ser bastante cuidadosa na selecção do método mas é certo que uma vez escolhido será o fim do atrevido Albino, ao qual me recuso a chamar-lhe pêlo branco...

O pior disto tudo é que enquanto não me decido pelo método, vivo obcecada a olhar para ..o Albino.

Curtas e leves

Qual é a única comida que liga e desliga?
O Strog-On-Off.

O que é que um tomate diz para o outro?
-Tomatas-me


O que é que um tubarao diz para o outro?
-Tubaralhas-me

O que é que uma impressora diz para a outra?
-Essa folha é tua ou é impressão minha
?

-Como é que duas enzimas fazem amor?
-Uma enzima da outra.


Diz a massa para o queijo:
-Que maçada!
Responde o queijo:
-E eu ralado!

Sabem quando é que os americanos comeram carne pela primeira vez?
Foi quando la chegou o Cristovão co-lombo

O que é que uma árvore de Natal tem em comum com um padre?
Em ambos os casos, as bolas só servem para enfeitar.


No hospital, pergunta o médico:
- O senhor é o dador de sangue?
- Não, eu sou o da dor de cabeça!

Babylon A.D.


Como diz o outro tanto dinamite para um rastilho tão pequeno.
Que filme tão decepcionante. Tinha tudo para ser bom e...não foi!

Abraço


Hoje apetecia-me encostar a cabeça ao teu peito.
Ouvir o ribombar do teu coração.
Sentir o leve levantar na tua respiração.

Hoje apetecia-me aspirar o cheiro da tua pele.
Aninhar junto ao teu pescoço o meu nariz.
Ter um vislumbre de um momento feliz.

Hoje apetecia-me sentir-me protegida nas tuas mãos.
Sentir ao meu redor a força do teu enlaço.
Sentir-me bem no teu abraço.

Limpeza


Estou a pensar fazer uma limpeza aqui a esta casa.

Os bonecos de prémios vão sair e esta coisa da cerveja também...já não devo ganhar nada...

Os links dos que "morreram" vão a andar e aqueles ques estão parados também os vou "pôr a mexer" (ficam em feeds e quando/se voltarem à vida eu torno-os a meter).


É com tristeza que vejo que os meus links, em vez de aumentarem, estão a diminuir por isso se tiverem um link que achem interessante, vosso ou de outra pessoa, e que queiram aconselhar agradecia que me indicassem, assim, eu também diversifico isto mais.

Outra resolução!


Hoje comprei uns trapitos para o gajix vestir neste inverno. Gastei uns cento e tal euros mas trouxe uma boa quantidade de peças.

De toda a maneira achei que podia ter comprado estas peças nos saldos da roupa de inverno , no ínicio deste ano.

Para a idade dele não há concretamente uma moda a seguir e além disso o guito não estica para seguir modas. Se bem que o gajix já podia seguir a carreira de modelo porque eu já o faço dar umas voltitas com algumas roupas novas e o tolo diverte-se... e se ganhasse para a roupa dele já não era mau.

No entanto, enquanto ele ainda não passa moda nem modelos sou eu que tenho que entrar com o carcanhol. Por essa razão o melhor a fazer é preparar-me, psicologicamente e monetariamente, para quando começarem os saldos de inverno, em Fevereiro do ano que vem.

A revolta das máquinas


Ando desconfiada que alguns dos meus electrodomésticos se andam a rebelar contra mim.
Foi flagrante o que o receptor da Tv cabo fez...com um final bem fatídico da parte dele, uma vez que acabou por morrer e foi substituído por outro.

Depois foi a vez do aspirador...na zona da escova uma das rodinhas de apoio decidiu fazer PLOC, rebolar e enfiar-se num sitio que deu algum trabalho para tirar...
Nunca mais quis voltar a fazer parte do aspirador...logo tive que substituir por outra. Até era giro se isto ficasse por aqui no que diz respeito ao aspirador mas...não. A parte nova tem uma certa dificuldade de adaptação ao cano e está constantemente a desenfiar-se. Para além disso começou a aparecer um risco vermelho a indicar que está sempre cheio. Deve estar cheio, deve... de ser usado...porque já o despejei, troquei o saco e limpei os filtros e aquilo continua a aparecer o risco vermelho. Está na reciclagem de aspiradores, não tarda!

Depois foi a máquina de lavar a loiça! Punha a loiça toda suja e ela devolvia-me a loiça...toda suja. PLOC...uma peça que saltou lá dentro (não acham coincidência, no barulho e tudo?)...uma marretadas e foi tudo ao sítio. A esta serviu de emenda...a loiça agora vem lavada.


Neste momento é a máquina de lavar roupa. Também anda a fazer das suas...não bastava entregar-me as roupas encolhidas (até calças de ganga), no programa de sempre, como me as devolve com buraquinhos. Diz que é da centrifugação! O tanas!
Já a ameacei! Estiquei o indicador e disse-lhe: -
Se me continuas a estragar a roupa eu arranjo maneira de te descarnar todos os fios que tens...à dentada!
Este fim de semana trabalhou bem...mas ando de olho!

Sombras


Olho por
cima do ombro assustada
Numa viela
onde a luz dos candeeiros é
demasiado fraca para
deixar o medo dentro
do corpo. Transpiro de emoção doentia quando
pontapeio sem querer uma
lata de conserva. Sobressalto-me com o sussurro que
o vento leva até aos meus
ouvidos frios da temperatura cá fora.
Consigo finalmente ver o que me
persegue naquela rua isolada do mundo.
Paralisada de terror apercebo-me
que o monstro que tanto me
assusta sai, negro, dos meus pés e cresce até
quase ao fim da rua. A sombra!
Minha.
Quase fundida nas outras corre mais depressa que eu para sair dali também!

SOU


Sou, nas palavras que descreves
Sou todas as descrições dos livros que que deixaste de lado
Sou em todos os livros as frases que não fazem sentido
Sou todo o sentido que puseste de parte
Sou uma parte da razão
Mas devia ser uma parte do teu coração!

Milionária...


Pois é....cá está a noticia que me andou a obcecar este tempo todo...desde há 5 posts atrás.

Com direito a um desfile da banda do bombeiros...um corte de fita...e uma garrafa de espumante!

Este canto conta com MIL...neste momento.

Mil coisas que eu disse, vi, ouvi ou cantei e contei. Tudo neste sitio.

Mil imagens. Mil títulos. Mil significados. E muito mais de mil palavras, maior parte, com o intuito de pôr a pessoa desse lado bem disposta.

Agora vou bater palminhas nos bumbuns dos bombeiros para também poder participar com mil sons para a banda.

Mil beijinhos!

Queimar pestanas...


...as vossas! Porque eu estou em ponto de ebulição e com os neurónios quase fritos.

Aqui, o pessoal já não me pode ouvir falar mais no assunto e quando fizer o próximo post o assunto fica arrumado! Finaly!

Eu, até era para manter a calma e pôr aqui uma coisa toda jeitosa e tal, um texto mais elaborado, mais sério, mais refinado...mas num dá caraças!

Os nervos colhem o pensamento e as ideias não fluem só consigo pensar no post que vou fazer a seguir que é da maior importância para este blog. Estou a pensar inclusive se hei-de fazer alguma referência a bombeiros e se eles hão-de ter alguma coisa na boca....

Epá que nervos.

Eu sei podia por aqui uma patetice qualquer do género: hoje provavelmente podia pintar as unhas com uma cor incolor...mas não me apetece...tinha que caprichar nas palavras e isso ia demorar muito. E depois vinham os comentários: porque pintas se não se vê? ao qual eu tinha que responder: Epá porque assim ficam mais bonitas né?

Enfim, a camada de nervos está cá...tudo por causa do próximo post...que será bombástico!

TUNGAS...mais um prémio



Antes de mais...tenho que dizer que, a mim, esta imagem me parece uma garrafa gaseificante a entornar, numa alegria desenfreada, o conteúdo. Tipo: o premiado está tão contente que agarra numa espécie de champanhe, com ou sem álcool - é à vontade do freguês, e tungas entorna, grita, molha os outros, bebe e depois procura a rolha.


Agora o bla bla disto tudo...xa cá fazer o copy e o paste...



O Prémio Dardos reconhece o valor de cada blogger ao transmitir valores culturais, éticos, literários ou pessoais e que de alguma forma demonstram a sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto naquilo que escrevem. Por outro lado, esta é também uma forma de demonstrar carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web.

Tenho a argumentar aqui, e que fique claro que será com extraordinária falsa modéstia, que não confiro nenhum valor à web. Epá ninguém aprende patavina comigo. Além disso se o meu pensamento fosse vivo havia muita mais coisas a saltarem de mim para fora e ainda havia de arranjar uma serrabulha com ele por às vezes ser tão deficiente. Não há pachorra! Quantos aos valores culturais e éticos...bom...eu pinto o cabelo...há mais alguma coisa que precise de acrescentar?


Quem recebe o Prémio Dardos e o aceita deve seguir algumas regras:

1. - Exibir a imagem;
2. - Linkar o blog pelo qual recebeu o prémio;
3. - Escolher outros blogs aos quais entregar o Prémio Dardos.


Exibir a imagem ainda vá. Apesar de não perceber como é que alguém pode chamar são dardos àquilo. Mas pronto exibe-se a foto do suposto selo de dardos.

Quanto ao link da desgraçadinha, ali do blog Ad Eternum, que me atribuiu o prémio....hummmm...nahhhh...num ponho. Num ponho, recuso-me terminantemente a isso!
Ela até me pode ameaçar com uma das pontas da vareta do guarda chuva só para demonstrar que há dardos que se fabricam de um momento para o outro. Mas não tem sortinha nenhuma. Aprenda primeiro a fazer um "guive-me five" depois logo se vê!

Escolher outros blogs é o camandro. A maioria dos que visito já foram contemplados e como isto são dardos, e não bomerangs, não se deve andar a atira-los, assim , só porque nos apetece! As pessoas...opois...ficam tão furadinhas que quando beberem o champanhe nem precisam de procurar a rolha! A outra parte dos blogs que visito nem sabem que a menina os lê e eu não vou lá dizer..."olha, piquei-te todinho/a, agora arreia, apanha e atira!" Nahhhhh...comigo não, violão!
Num escolho!

Pppppfffffff....NUM QUERO! NÂO ACEITO ESTE PRÉMIO!

Livros da minha vida


Estou à coca sim, Alexodis por isso cá vai :p

Os livros que guardo na memória e logo que tiveram alguma importância na minha vida, quiça na minha maneira de pensar, foram os seguintes:

- Livro aos quadradinhos: A mónica, o cascão, o cebolinha, o tio patinhas, o pato Donald, a Minie, o Mickey, o pateta, o Pluto, a winie, os sobrinhos entre outros introduziram-me no mundo da leitura, dos sons escritos, da distinção entre um pensamento e uma fala, da atenção aos movimentos desenhados e das...grunhidelas!

- Os Maias, de Eça de queiroz. Foi o primeiro livro grosso que li de uma ponta a outra com muito gosto e entusiasmo. Os dois irmãos que truca truca...tragédia bem a gosto do Eça. Li mais tarde todos os outros que ele publicou e...era mais do mesmo só variava nos nomes das personagens. Eu acho que ele se excitava com certas prevericações!

- Agatha Christie. Ena pá o que aquela mulher se fartou de envenenar e às vezes uma facadita. Foi com ela que me iniciei e fiquei viciada nos romances policiais. Claro que a destacar as minhas duas personagens favoritas: Hercule poirot, homem com cabeça de ovo e Miss Marple, mulher idosa e reumática. A Acrescentar que quando se lêem 80 romances dela, ali perto dos 10 já começa a ser fácil de advinhar quem é o bandido...ainda hoje este tipo de "dedução" serve para eu detectar num filme quem é o mau da história.

- 1984, (Nineteen Eighty-Four) é o título de um romance escrito por Eric Arthur Blair sob o pseudónimo de George Orwell. Epá...não acho assim tão parecido com o Big brother uma vez que para além das câmaras nada mais tinha em comum. Ainda se comunicavam com tubos de ar e segundo me lembro a personagem principal era um bocadinho apagadito. É como diz o outro "quem tem cú..." e digamos que o homem de vez em quando sentava-se!!!

- José Rodrigo dos Santos/ Dan Brown.
O primeiro marcou-me pela negativa. A "filha do Capitão" é demasiado descritvo a história não é apelativa por causa do final. Embora o sr. até tenha posto um final real mas o que os romances têm de bom é que podem ser romanceados.
O segundo marcou-me pela positiva. Também igualmente descritivo mas com a acção sempre a decorrer. Eu gosto de acção...e de romance...e de truca truca...o que me leva à autora seguinte!

- Amanda Quick. Erostismo e aventura é com esta senhora que gosta de personagens femininas ruivas extrovertidas e depersonagens masculinos musculosos introvertidos e possantes e depois...truca truca!

- Bernardo Cornwell é, actualmente, um dos melhores escritores de todos os tempos. Baseado em lendas da Inglaterra ou sobre Ingleses conta histórias ficticias de emocionantes aventuras. Tem uma perdilecção por personagens que sendo homens normais fazem actos heóicos quase por acidente.

- Juliet Mariiliener/Robert Ludlum. São bons para se ler com um intervalo de 6 meses a um ano.

- Filipe Faria. Numa mistura de JRR Tolkien e de Bernard Cornwell foi a melhor revelação contemporanea no nosso país! Pena que os livros sejam sempre a continuação uns dos outros porque assim temos que esperar pacientemente pelo próximo.

Loira talentosa e poderosa

video

Um momento de humor...de deixar os homens com os olhos em bico e as mulheres com a...língua afiada! Uaua auauauauauaauau

Karma III


Este será pequenino...

No post abaixo enquanto eu falava com o assistente masculino 2 o gajix, mostrando-se fiel à sua postura, resolveu chamar a atenção da melhor forma que pôde.

Assim estando eu com o telefone encostado à orelha o gajix apanha um pacote de bolacha Maria e espalhou todas as bolachas pelo sofá e chão. Pôs-se no sofá aos pulos, em cima das ditas, até fazer uma espécie de pó e fez quase o mesmo às do chão...
Ora canix que é canix não resistiu ao cheiro do pó que lhe chegava...ao nariz...e aproximou-se. Enquanto só mexia os olhinhos correu tudo mais ou menos...empoeirado...mas quando a língua e o nariz começaram a fuçar o chão...isto é que era ver o divertimento do gajix a ficar com uma espécie de lama agarrada na cara e depois a bezuntar as mãozinhas, também lambidas, pelo sofá.

Foi tão boommmmm ver aquele espectáculo sem poder fazer muito para impedi-lo e depois do telefonema acabar... ter que limpar tudo. Uiiiiiii... ka BOmmmmm

Ainda podia dizer mais sobre este assunto mas já não me apetece porque depois dizem que eu tenho mau karma....nahhhhh!

Karma II


Sabem aqueles dias em que tudo o que podia correr bem...não corre?

Ahhhh...pois sabem eu já vos contei uma parte não foi? Xiiiiii e foi no post precisamente abaixo deste...

Provavelmente não vale a pena ler a partir daqui porque é mais do mesmo apenas vai ser um desabafo para mim.

De manhã

Fui no sábado à loja da TV cabo para adquirir a box. A loja fechava à uma da tarde por isso foi despachar o puto, despachar-me, buscar o meu progenitor para poder tomar conta do puto e chegar antes que fechasse. Consegui!
Vendedor: Bla bla bla e porque não leva o pacote acima, o funtástico life e só paga mais 2 euros (já não me lembro da quantia exacta)?
Kru: Não quero! Como funciona a zon para diferentes sitios da casa?
Vendedor: Bla bla bla tem mais 14 canais e leve o Funtastic life...
Kru: Não quero! Ao telefone disseram-me que faziam o teste a esta box ( a que tinha pifado)
Vendedor: Aqui não fazemos teste mas olhe que se levar o funtastic tem acesso a mais canais!
Kru: Nem tempo tenho de ver os que já assino!Não quero e não me fale mais nisso!
Isto tudo decorreu enquanto o gajix na sua mentalidade de meliante tirava todos os copos de plástico e esvaziava a água da máquina até fazer uma poça no chão!

De tarde

Quando chego a casa depois da compras arrumadas e da roupa estendida, vou montar a box. Ligo os fios todos nos buracos adequados e carrego no power. Vejo o logotipo e depois...aparece uma caixa a dar erro com o numero de telefone caso dê erro. Telefonei!
Assitente feminina: Bla bla bla...ligou tudo?
Kru: Sim está tudo ligado!
Assistente feminina: Então dentro de quatro horas isso começa a funcionar!
Kru: Ok, obrigada pela ajuda! (desligo)

Resolvi ler o manual. O cartão estava inserido ao contrário. Pus o cartão bem e fui a correr para o sofá esperançosa de que todos os meus problemas já estivessem resolvidos. Liguei o power deu-me o mesmo erro. Passadas três horas os erro mantinha-se. Resolvi ligar novamente!
Assistente Feminina: Bla bla bla...esse problema é para ser resolvido pela apoio ao cliente! Vou passar a chamada!
Assistente masculino1: Bla bla bla...
Kru: Bla bla bla... e isto e aquilo...bla bla bla...não funciona...bla bla bla...dá erro!
Assitente masculino 1: Bla...o problema é para ser resolvido pelo apoio ao cliente aqui são as informações gerais!
Kru: Grrrrrrrr (em pensamento)
Assistente masculino 2: Bla bla bla
Kru: Bla bla bla (toda a informação dada pela terceira vez)...dá erro!
Assitente masculino 2: Vamos fazer o seguinte: Carregue em exit
Kru: Não faz nada!
Assitente masculino 2: Então...bla bla bla...e agora?
Kru: Fui dar uma grande volta mas dá o mesmo erro. Apareceu a mesma caixa!
Assistente masculino 2: Então e se fizer...bla bla bla
Kru: Mesma caixa
Depois de meia hora de mais umas trocas de bla bla bla
Assistente masculino 2: Tem o aparelho avariado!
Epá subiu-me uns calores...
Kru: Avariado? Avariado? Comprei isto agora mesmo e já tá avariado? Vocês vendem aparelhos avariados? (acho que ouvi um não meio apagado) Hã? Não me venha dizer que isto tá avariado...o avariado levei eu para a loja de manhã...esta é uma caixa nova tirei tudo dos plásticos...não pode estar avariado!!!
Assistente masculino2: Vai ter que levar o equipamento para a loja para fazerem o teste!
Kru: Para a loja???? A loja já fechou! Qual teste???? Não fizeram teste nenhum ao aparelho avariado que levei hoje! Disseram-me que lá não faziam testes e aquilo ainda pesa levei tudo o que me disseram, ao telefone, para levar...e depois disseram que ahhh e tal não fazemos testes!
Assistente masculino 2: Mas a loja tem obrigação de fazer o teste!
Kru: Mas não fez...merece uma reclamação!
Assistente masculino 2: Só um momento...(ouço teclar)...A loja tinha que fazer o teste...já dei entrada a uma reclamação!
Kru: Além disso a loja só está aberta em horário que eu trabalho ou ao sábado de manhã! Ir ao Sábado de manhã implica ficar mais uma semana sem TV. Mas este equipamento é novo! Tem que funcionar!
Assitente masculino 2: Só um momento...(ouço teclar)...se continua a dar esse erro então o problema é da sua antena e para resolver essa situação só com um técnico. E um técnico implica ter custos por volta dos 35 euros!
Kru: O quê eu compro um aparelho novo que não funciona e ainda vou ter que pagar a um técnico? (no entanto pensei que o técnico podia lá ir nesse dia e eu depois podia reclamar e pedir o reembolso do dinheiro)...E quando é que o técnico pode vir cá?
Assistente masculino2: Só um momento...(ouço teclar)...na terça feira entre a 9.30 e as 12!
Kru: Na terça?
Assistente masculino2: Sim, entre as 9.30 e as 12
Kru:Uau uauaua au auauaauauauaau...nesse dia, de manhã, trabalho!
Assitente masculino 2: Só um momento...(ouço teclar)...pode ser de tarde!
Kru: uaua auauaua auauauauaua auauauaau...deixe lá...auauaua aua uaauaa uaaaau aua...eu desenrasco-me de outra forma!

de noite, ao telefone

Gajo: Então a Tv já funciona?
Kru: Sniiffff...(voz triste)...já tenho imagem mas não tenho som!
Gajo: Já viste se tens os cabos de audio ligados?
Kru: Espera...vou ver!...Ahhhh...não estavam! Eu bem achava que haviam ali cabos, a mais , pendurados...
Gajo: Já funciona?
Kru: Ohhhhhhh....não se ouve nada na mesma...snifff
Gajo: Já viste o volume da box?
Kru: Espera vou ver....ohhhhh...isto não presta mesmo para nada....agora ouço...mas está demasiado baixinho ...que fraca qualidade!
Gajo: Já viste o volume da tv?
Kru: Espera....olha...estava em baixo...yuuupiiiiiiiiiii....funciona!!!! Obrigada.
Gajo:LOL...de nada!

Karma


Há dias em que não devia sair da cama! Esses dias são uma total perda de tempo e são também aqueles em que ... corre tudo mal.
Deve ser da electricidade no ar ou das partículas que nos entram pelo nariz e se introduzem no cérebro ou...do CD4 que se desenvolve a partir do toque nos ossos e parte em busca dos Aliens no corpo.
Ou então é da constelação, da influência dos astros ou mesmo do alinhamento dos outros planetas ao do mercúrio...alguma coisa é...porque não é normal o que vos vou contar e que aconteceu num só dia.

De manhã:

Uma moça, igualzinha a mim, acorda estremunhada de manhã e repara que o alarme não tocou. Olha para o mostrador do relógio digital que lhe diz que está atrasada, atrasada não...atrasadíssima...não...para lá de atrasadíssima...portanto, que já perdeu um comboio...
Vai a correr para a casa de banho e ao enfiar o chinelo fá-lo tão destrambelhadamente que erra o chinelo e em vez de enfiá-lo dá-lhe um pontapé...fica com o pé meio no ar, desequilibra-se e cai...felizmente em cima do tapete...mas na queda e tentando-se agarrar à cama...falha-a...raspa-a com as unhas (partindo uma) e ainda dá uma cotovelada na parede.
Vai a grunhir para a casa de banho e abre a água quente para se lavar. Como se entretém a olhar para a unha partida e a esfregar o cotovelo põe-se, distraidamente, debaixo de água que está quente...quente não...a escaldar...a escaldar não é bem o termo...está de arrancar a pele! Com a dor e para se desviar da água escaldante atira-se contra a porta do chuveiro e bate com o nariz nela. Vocifera e procura por indícios de sangue...nada...desta safou-se.
Tentando acalmar-se pensa que o melhor é fazer tudo com mais calma porque de toda a maneira do atraso já ninguém a safa.
Fez tudo ao ritmo normal e foi tomar o seu pequeno almoço tranquilamente. Meteu o relógio no pulso e para sua surpresa reparou que afinal...estava atrasada e não atrasadíssima...o relógio despertador (digital) tinha a hora errada provavelmente houve alguma falta de luz durante a noite e desregulou-o.

Chega atrasada ao trabalho com o nariz inchado sendo o pouco o centro das atenções e ouvindo nas costas qualquer coisa como: Hoje vamos ao circo, o palhaço chegou à cidade!


À Tarde:

Na hora de almoço aproveita para ir de metro até ao Avaláxia para ver se compra a box da Tv cabo que "morreu" dois dias antes. Ainda esperou dois dias para ver se algo ressuscitava na box mas quando percebeu que nenhuma luzinha se acendia e daria vida à caixa...

Chegou à loja tirou a senha e esperou, esperou, esperou...até que, quando chegou à vez dela a vendedora aponta para um papel na máquina das senhas que dizia que não havia box disponível...
Foi-se embora mas não baixou os braços, sorria e brincava com a colega que a acompanhava...até que, ao passar pelas portas de segurança da bilheteiras ficou literalmente presa por uma perna...e enquanto a porta da direita fazia pressão para a esquerda, a da esquerda fazia pressão para a direita, ela grunhiu, mais uma vez de dor, e sentiu que mais coisa menos coisa a perna se iria quebrar e ficar ali...mas alguém a salvou mesmo no minuto a seguir a ter soltado a perna.

À noite

Agarra no portátil e leva-o daqui para ali e no percurso o fio dos auriculares fica preso, sabe lá ela onde, dá um safanão e as mãos deixam cair o portátil que se estatelou no chão estrondosamente. Dizendo palavrões e com os olhos raiados de sangue ela procura as mazelas no objecto. Felizmente não encontra nada partido, deposita suavemente a coisa quadrada e ao lado os auriculares e vai à vida nocturna. Quando retorna ao portátil e põe um filme a rolar agarra na porcaria dos auriculares e vê que a ponta (aquela parte de metal) já lá estava enfiada...mas sem os fios.

Fica danada vocifera palavrões em todas as linguas que conhece e vai para a cama pensando que assim estaria a salvo...quando está quase a pegar no sono...um gajix, parecido com o meu, começa a chorar....


Há pessoas que chamam a isto falta de sorte, outras chamam trapalhice pura e dura e eu chamo-lhe karma, só pode! Estou a pagá-las todas juntas!

Conversas

-Tás boa?
- Estou!
- Dormiste bem?
- Não!
- Porquê?
- Porque o Sayid continua a fugir de mim. Quer dizer ele na ilha não tem muitas opções...né? Já me anda a pôr nervosa por andar sempre a fugir. Não tem muitas opções...mas foge...ainda por cima...nos meus sonhos...olha que realmente...já se está a tornar um pesadelo!

Janson Directive - Robert Ludlum

Dois colegas Americanos encontram-se em Londres. Paul Janson visita Cooper que vive há alguns anos na Alemanha.

'Let's go shopping,'
Janson said, standing up.
(...)
'Clothes shoping. Fancy stuff. Top of the line.'
'Oh,' said Cooper, disappointed. 'Well, there's a place I never go, but I know it's real expensive. (...)'
'Excelente,' Janson said. 'Why don't you come along? I might need a translator.' (...)
'Happy to,' Cooper said
(...)
'If I may say, the fit is excelent,' the salesman said. (...) 'and the fabric is superb on you. It's a beautiful suit. Very elegant. Dashing yet understated.' Like many Dutch, he spoke English with only a trace of an accent.
Janson turned to Cooper. His bloodshot, unfocused eyes suggested that his mental fog had not enterily dispersed. 'he's saying he things itlooks good on you,' Cooper said
'When they're talking in English, Cooper,you actually don't need to translate,' Janson said
in Janson Directive, Robert Ludlum
E, quando li isto, eu perdi-me a rir num comboio cheio de pessoas sérias.

É a vida!


Todos temos momentos na vida em que andamos mais em baixo, em que qualquer coisa nos leva a pensamentos mais auto-comiserativos.
Olhamos para a frente porque temos que seguir o nosso caminho.
Embora, por vezes, o façamos com a cabeça baixa e de modo automático, o caminho está à nossa frente e para trás ficam os lamentos das decisões mais mal tomadas ou das opções mais descuidadas que se tornam em decepções, desilusões ou arrependimentos.

Continuamos com a convicção que é uma lição da vida e que estamos sempre a aprender.
Vivemos num ritmo tão automático que não nos satisfazemos com o brilho que a visão periférica nos revela.
Andamos de cabeça pendurada e de ombros descaídos e esse tipo de comportamento condiciona o olhar para o nosso umbigo.
Pensamos que somos uns coitadinhos e que ninguém nos ouve mesmo se gritarmos por isso mexemos-nos em prol de nós mesmos.

E porque achamos que os outros são mais sortudos invejamos-lhes as cores e nem reparamos que os outros são tão cinzentos quanto nós.
Quando nos apercebemos o quão fria é a pessoa do lado, o calor que pensámos que adviria daí some-se no vapor das promessas a que impusemos a nós próprios.
Uns procuram o calor noutro lado outros desistem. Mas todos tentam seguir em frente.

Estamos sempre a aprender.
É a vida!

Sonhos...perdidos!




Há uns dias que ando perdida...

...ando a sonhar com uma personagem em particular...que me poe maldisposta...porque quando lhe vou dar um beijo foge de mim e chama-me "the other".
Só queria um beijinho nada mais.

Raios do Sayid Jarrah...que me poe mal disposta e podia pôr-me in the mood.
Mas não me fico por aqui...com o meu subconsciente consciente dos meus desejos...quando o apanhar, nos meus sonhos, estrafego-o todo e atiro-o ao chão até ele rebolar tanto que fica como um panado...de areia.

Bom...depois como se fazem a uns bons panados...como-o!

Another one Bittes to dust

Não me sai da cabeça. Ando a cantalora-la e ja me mandaram calar! Mas isso é porque canto mal e a letra nem se percebe!

É a melhor banda de todos os tempos!

Possuido



Às vezes penso que o gajix é mau. A bem dizer para fazer jus à sua maezinha Kruella ele tem que ser mau não é? Vai desde pequenino...

Mau é favor... há dias então em que parece que está possuído. Abre as goelas e emite a coisa mais estridente que até o cão abana as orelhas várias vezes. Sorte é que tenho vidro duplo senão já nem janelas tinha.
E quando acompanha o seu grito tarzónico com o esbracejar? É uma imagem linda!
Agora imaginem que ao esbracejar se junta um espernear...e um afundanço no chão onde executa uma dança malévola ao Deus do grito
Uiiii.... parece um boneco mecânico com uma avaria...ou um adolescente a fazer breakdance e em que a parte em que escarrapacha com as ventas no chão lhe dói tanto que grita ao mesmo tempo.


Hoje por exemplo ia de trombas para a creche. A educadora a dizer-lhe bom dia e ele apresentou-lhe as maiores trombas que eu já lhe vi. Quando o vi assim com as beiçolas esticadas e com um olhar à el matador só me deu vontade de esponjar-me no chão a rir.

As segundas custam-lhe mas a quem não custa né?

Bolo de bolacha


Mais uma tentativa falhada...e segui à risca a receita da vaqueiro.

O meu nunca mais fica como o desta foto...o meu... parece um abutre sem penas no pescoço.
Olho para o resultado e fico amargurada e com pena porque ali estão as bolachas com aquele aspecto de desgraçadinhas a boiar no doce. A sentirem-se pegajosas e escorridas pela aquela coisa amarela, que era suposto ser um creme (e não um doce). O doce está demasiado doce e a saber demasiado à manteiga....blach.

Talvez o abutre seja eu que ando desertinha para pôr os dentes num bolo feito por mim que não pareça um doce...quase um pudim...(e não ter ficado tipo gelatina já tive eu muita sorte) e não há meio!

Mas eu não desisto. Eu sei que consigo!

Across the Universe


Mais um filme cantado. Este ao som dos Beatles e com uma história muito leve sobre o Vietname e os movimentos pacifistas.

Gostei do filme, não pela história que era igual a tantas outras, mas pela maneira como conseguiram enquadrar muito bem as músicas dos Beatles.

Curiosamente gostei mais deste do que o do Mama Mia. Só que este ao contrário do Mama Mia não tinha nomes sonantes em cartaz e passou despercebido, pelo menos a mim que o apanhei assim meio ao calhas no ar...

Raios em miniatura!


Hoje tou naqueles dias em que o corpo faz descargas de electricidade.

Na maior parte das vezes sinto-o através da mãos quando toco em algo...mas hoje a electricidade está em todo o corpo.

Estou tão electrizante que já pus nokout uma...mosca!

Watch out! You could be next!

A ouvir os trovões!


Há uma semana atrás o tempo esteve de trovoada. Durante o dia as nuvens cerraram no céu e quando o cinzento escuro ocupou tudo lá em cima começaram a ouvir-se trovões.

Eu já há muito que perdi o medo a trovões. Assim que compreendi que são as nuvens a esfregarem-se umas nas outras e a resmungaram por andar tudo, lá em cima, aos empurrões...puf...desapareceu qualquer medo que pudesse ter!

No entanto nem todos aqui em casa sentem o mesmo.

O gajix assim que ouviu o primeiro ribombar mais forte largou tudo o que estava a fazer e veio de dentes arreganhados e olhos esbugalhados a correr para o meu colo.

Dez minutos mais tarde quando já tudo tinha acalmado e ele estava novamente entretido a desarrumar-me a casa houve um ribombar muito mais forte que o anterior. O gajix chamando pela mãe, portanto moi, levanta-se de um pulo e corre na minha direcção...só que desta vez foi ultrapassado por um canix que também em pânico correu na minha direcção.

E ali fiquei de pé enquanto me tentava equilibrar para não cair com o encontrão que tanto um como outro me tinham dado quando ambos tentaram atirar-se para o meus braços.

E de pé continuei a tentar acalmar as duas criaturas assustadas: uma ao colo e a outra tão enroscada nas minhas pernas que nem me pude mexer.

E assim ficámos, os três encostadinhos uns aos outros, a ouvir os trovões até passar!

Sem sotaques


Ando a ler um livro de um dos meus autores favoritos.

O Roberto. Ver no perfil!

Ando a ler um livro em inglês...do Roberto...é o mesmo!

O livro está em inglês mas ensina algumas palavras em russo, da? Nyet, only two!

Como já o ando a ler há mais de uma semana...por vezes os pensamentos vêm-me em inglês...principalmente no duche, que é o momento em que penso no post seguinte.

Pensamentos....pffffff...palavras soltas:
I have to escrever isto parce que até pode ter any joke.
Nyet. Ça c'est trés sem graça.

Ooops já tou a misturar com o francês. Mas ainda tenho explicação para isso. A "mula" oferece séries americanas com legendas em françês. Bom oferecer oferecer não oferece são escolhas que faço com um clic no mouse. Como quando por exemplo escolho uma coisa e depois sai uma com o chamado triplo xis e garanto que nem é com o Vin Diesel.

Por falar nele será que o preço do gasóleo já baixou? Já devia estar em queda...

..e por falar em queda...o book do...Roberto...tem uma cena tão fantástica de parachute...
...já sei...shut up, né?
whatever!

Podcast

Já é a segunda vez que um amigo em comum sugere que eu e a sandrine devemos fazer um podcast.
Nós respondemos então que sim, que traga a câmara...
...nós fazemos o pod porque podemos
e ele faz o casting!
Agora... quem se quiser inscrever é só trazer o papel!!!!!



Efeitos da greve


Os homens são mesmo mais simpáticos do que as mulheres nas relações pontuais, não são?

Hoje, dia diferente dos outros, por causa da greve em todo o lado, o humor, das pessoas em geral, não estava muito elevado.

No primeiro comboio estive a expôr uma teoria ao revisor que levou quase um quarto de hora a transcrever dados do meu comprovativo para uma folha dele. Mais valia andar com um mini-scaner com ele. De toda a maneira ouviu a minha teoria muito sorridente e apesar de ter concordado que até podia ser, fez pouco caso do que eu disse e levou a dele avante, sempre muito cavalheiro e simpático.

No Oriente entrei no outro comboio e fui seguida por pessoas em dabandada...que não fosse eu para um lugar "especial" ficavam entalada como sardinha.

Depois de vários sms trocados resolvi dar uma resposta oralmente e fui mazinha:
- Sim estou neste comboio, mas o pessoal entrou todo em pânico e resolveu sair a correr do comboio onde já estavam sentados e amontoarem-se todos neste. Parecemos sardinhas em lata!

Felizmente estava rodeada de homens que se riram e justificaram quando desliguei o telemóvel. Se fossem mulheres tinham-me voltado as costas ou mesmo insultado mas como eram homens viemos a conversar, animadamente, o resto do trajecto que nos faltava.

Os homens são simpáticos....por hoje!