Desafio


Aos visitantes deste canto...encantado...lanço o seguinte desafio:

Há semelhança da foto abaixo, que me inspirou para inventar o texto "Lutas", enviem-me uma foto que acham que poderia dar um texto imaginado por mim (não prometo que seja com humor)!

Biblia sintetizada


Na sexta feira fui ver um teatro A Bíblia: Toda a Palavra de Deus (Sintetizada). Hummmm...hummm...foi giro...gostei das barriguinhas e acho que prepúcio e sarapitola são duas palavras a reter!!!!

Lutas - Parte 3


(continuação)

Então...esta é a minha farda! Estou disponível naquele espaço nocturno para quem me ouse desafiar...luto com mulheres e com homens e por enquanto tirando dois ou três homens que eram uns cavalões ainda ninguém me conseguiu vencer!

Desafio-os a tentarem tirar-me aquelas palavras da "minha farda". Venham e faço-os comerem...lama!

Lutas - parte 2

(continuação)

Queriam meter-me numa embrulhada. Que chamavam a policia e que me iam processar por agressão. Que o advogado deles me havia de contactar, dizia a gaja aos berros....ppffffff...Eu agarrei-lhe nas guedelhas, puxei-lhe a cabeça para trás e para minha surpresa fiquei com as mãos cheias de cabelos, ou melhor fiquei com as extensões dela nas mãos...ahhhh...e disse-lhes com a maior das calmas: Eu vou anotar a matricula e com os contactos que tenho podem crer que eu vos encontrarei, a vocês e ao vosso advogado...
Eles entreolharam-se ainda resmungaram, meteram o rabo entre as pernas e foram-se embora. Passado uns dias recebi uma visita em casa. Não, não era o advogado. Era o meu...descobridor!
Esticou-me um cartão e disse-me que tinha ouvido a história da minha "luta" e tinha querido ver-me. Eu perguntei-lhe com o sobrolho levantado. Porquê? Quer também levar umas lamparinas? Ele riu-se. Eu não achei grande piada. E depois explicou-me o porquê da sua visita.
Tinha um espaço nocturno e estava a pensar em dinamizar o seu negócio e que agora que me tinha visto sabia que eu era a pessoa perfeita para ocupar o lugar que ele tinha em mente e que pagava bem caso me saísse bem.
Ele viu que eu não estava a gostar da conversa e apressou-se em explicar que só tinha que fazer o que parecia fazer tão bem: Lutar com alguma garra, derrotar adversárias só que tinha que me adaptar à farda de luta.

(continua)

Lutas - parte 1

Quem me conhece sabe que sou uma resmungona! Ah e tal levas um murro...ah e tal um pontapé...ahh e tal levas uma lamparina...grumfp rufft...grumpf...
Acho que é normal pois cresci no seio de uma grande família e tenho, por isso, mais 5 irmãos...todos rapazes! Sou o terceiro rebento dos meus pais e como tal tive que me impor aos dois irmãos mais velhos e sobreviver às birras dos mais novos. Pu-los todos na ordem. À conta disso sou o que chama uma Maria-Rapaz! E tou sempre pronta para uma boa briga!
Houve alguém que reparou em mim! Assim como há pessoas que descobrem aquelas miúdas para serem modelos...eu também fui descoberta mas...para uma modalidade...humm...digamos...mais adequada à minha personalidade.
Tudo começou quando atravessava uma passadeira e uma fulana, daquelas todas pipis e cheia de não me toques, acelerou a sua viatura descapotável pressionando-me a correr ...eu acelerei o passo mas torci o tornozelo, quer dizer, foi aquela dor que às vezes nos dá quando pomos mal um pé...sei lá...enervei-me olhei para ela de dentes arreganhados e atirei-me ao bicho.
Agarrei-a pelos colarinhos da sua blusa Chanel e comecei numa verborreia de todos os palavrões que me vieram à cabeça. Fui agarrada por um fulano, também todo cheio de salamaleques, que vinha do lado do pendura e me segurou...voltei-me a ele...arranhei-lhe a cara e ainda lhe ia aos cabelos mas o gajo era careca por isso puxei-lhe a barbicha de bode que estava pendurava nas fuças...
(continua)

Big Girls don't Cry

Eu não era para comentar o video mas...não resisto. O rapazola que voava nos "Heroes" está um charme neste video...ele faz-me lembrar alguém...para além do Silvester Stalone (fala com a boca torta)...mas não sei quem! De toda a maneira gosto daquela barriguinha e...não resisto a um homem tatuado! Que guapo este moço!

"And I'm gonna miss you like a child misses their blanket

But I've got to get a move on with my life

It's time to be a big girl now

And big girls don't cry"

Contagens


Andamos pela vida em contagem ascendente e todos os anos celebramos a conquista dessa ascendência.
No entanto há situações em que a contagem é descendente.
Por vezes, somos nós que estabelecemos essa contagem...esperamos pelo dia de descanso, esperamos pela reunião com a família e/ou amigos, esperamos pelo dia daquele concerto...enfim, são esperas que nos dão alento para que a contagem ascendente não pese tanto.
Mas...nem todas as contagens descendentes são conscientes ou estabelecidas na esperança de algo bom, por vezes, a contagem começa quase sem darmos por isso e só temos conhecimento quando nos apercebemos que temos um tempo curto e limitado.
Nessa altura o tempo nunca é amigo porque parece que faz sprint, a vida leva uma volta e se não for aproveitada, em certos momentos...já passou!

Seria agora a ocasião de deixar esta frase "Eat, drink and be merry, for tomorrow we die"que define o Carpe diem mas, como todos sabemos, nem sempre as coisas podem ser feitas assim com esta leviandade porque o mais certo é que não nos aconteça nada amanhã. Por vezes tudo o que é preciso é tomar uma atitude...e ter coragem para dar aquele passo, tomar uma decisão, tentar melhorar algo, tentar ser o mais directo possível, evitar rodeios e falsos caminhos para que essa contagem quando chegue ao fim...tenha sido no mínimo proveitosa e, se tivermos sorte, poder avançar para a seguinte!

"incorrigíveis"

Quiroprático


Hoje eu e a Sandrine fomos a uma consulta, numa clínica de quiroprática! Até aqui tudo muito bem...ela tinha consulta às 15.45 e eu meia hora mais tarde. A sandrine tem andado com dores atrozes e eu tinha uma coisita de nada perto do pescoço. Através de uma amiga de uma amiga que conhecia uma amiga foi arranjado o contacto e eu preparei tudo e a Sandrine marcou.
Lá fomos...as duas gatas borralheiras...ansiosas por chegar às abençoadas mãos. Eu, da minha parte pensava que ia fazer massagens...enganei-me...e trataram de me desfazer logo a ilusão na recepção. O beicinho ficou esticadito e comecei a "fazer" diabruras. Só a preencher a papelada...comecei a distrair a Sandrine com comentários jocosos!
Confesso, que se tivesse ido sozinha me teria portado como uma pessoa normal mas com companhia...ainda por cima...da Sandrine...a coisa virou para o...divertido! Mais divertido ficou quando a recepcionista, depois de verificar muito bem verificadinho que eu não era um homem, perguntou se queríamos ser consultadas juntas.
Eu juro que hesitei e fiz um certo tipo de resistência mas...depois de trocar impressões com Sandrine...aceitei...e foi o descalabro total!
Fecharam-nos numa sala e "mandaram-nos" despir e vestir umas batas...isso é que foi risos...as duas ali quase, quase, nuinhas, sem camisolas interiores (esta é para ti ehehehe-private joke). Quando entrou o rapazola, o médico, o quiroprático, aquele que nos pôs as mãos em cima, fizemos-lhe a vida negra...lol...nem tanto...mas achei que ficava bem dizer isto. Fez perguntas muito difíceis à Sandrine e eu comecei a resmungar que quando chegasse a minha vez eu não saberia responder...ao que ele respondeu que a mim as perguntas seriam diferentes (duhhhhhh....trolll).
Quando ele começou a scanear a Sandrine eu "avisei-a" que no visor se viam muitos pontinhos vermelhos, que ai jasus, ela devia estar mesmo mal...ele muito aflito (e já sem achar grande piada) respondeu que eram ondas eléctricas que mediam blabla (eu nem ouvi pensei: duhhhhh...trolll). Depois fui eu ao scan e a Sandrrine deu-lhe descanso...perguntei-lhe se eu também precisava tirar o soutien, uma vez que ele pediu à S.para o fazer, e ele ia para responder que não quando eu, já com as mãos atrás das costas, o "informei" - Já tirei!
Mudámos de sala, na qual ele fez um longo discurso a apontar para uma coluna de gesso e um quadro com fotos dos órgãos interiores...mais uma vez eu andei à deriva, apanhando no ar um piscar de olhos da S. (levei imensos) e só olhava para um determinado órgão que estava escarrapachado no quadro - não sabia, que o pénis interferia na coluna mas prontosssss!
Depois foi a cena do martelinho nos joelhos...nada a assinalar...ele para minha decepção não se meteu em frente das pernas!
Pronto...
- a S., além de ficar a saber que tem a L4 e a L5 desidratadas e na L5 S1 uma hérnia valente e possante, levou uns valentes empurrões/puxões que aquilo era só ossos a estalar;
- e da minha parte tenho uma perna mais curta (qual a novidade?), um músculo não sei o quê, o ombro está desnivelado com o pescoço e uma curvatura nem sei onde. Amanhã vamos outra vez ter uma consulta em conjunto...ehehehehe...estou ansiosa!

A propósito: Já viram as "Horas"? iiiiiiiiiiiiiiii



Sakira e Alejandro Sanz

"Ay amor me duele tanto"

"Ay amor, fue una tortura perderte"

Alma gémea


Já o Paulo Coelho em "Brida" abordava esta questão. As pessoas viam luzinhas nos ombros da sua almita gémea e pronto, um clic, um amasso e estava ali o amor para toda a vida. Ele abordou também a questão de existirem várias almas gémeas no mesmo tempo e enquanto umas se desesnrascavam outras ficavam a chuchar no dedo!

Este autor, ao que parece vai falar sobre isso. De como duas pessoas sem saberem da existência uma da outra nesta vida se irão cruzar e ver que afinal já se conheciam de vidas passadas. Engraçado como foram as duas consultarem-se com ele...andavam mesmo a querem cruzar-se nesta vida!!!!

Eu comecei a lê-lo com o nariz retorcido mas já tava com uma pontada e agora ele já está direito, ou arrebitado como alguns se atrevem a descreve-lo...LOL...o que quero dizer é que apesar de pensar...ai aiaia aiaiaia ....esta fase já me passou... eu estou a gostar de ler o livro!

Questiono-me se terei uma ou mais almas gémeas por aí que que andam desertinhas para me dar uma cabeçada!

Haverá, hoje em dia, um amor que se possa dizer...ahhh e tal...este é a minha alma gémea?...e aquele que ali vai, também?

Alma gémea


Quando mais nova fui inundada pela curiosidade que me levou a ler temas sobre ovnis, relatos de raptos feitos por ET's, reencarnação, poderes sobrenaturais, experiências metafisicas e sensoriais, fantasmas, espíritos, almas do outro mundo e almas penadas. Enfim...tudo a que tive direito para satisfazer a curiosidade. Com a maioria das pessoas aquilo naquela idade impressionava e tal mas a pouco e pouco deixei de ver tudo aquilo como uma realidade palpável e provavel. Aliás probabilidades só as que os números forneciam e liguei-me à lógica e ao racional, ou como o outro diz, "só ver para crer"!

Curiosamente, hoje tirei da minha estante um livro que (tem estado em fila de espera) me ofereceram e que eu julgava ser mais um romance, uma vez que se chama: "Só o Amor é real".

Antes de começar a ler o livro tenho por hábito ler tudo o que tem na capa, na contracapa, até leio aquela lenga lenga das editora, gráfica e afins.

Fiquei de nariz retorcido quando percebi que este livro não é um romance mas sim o relato de um psicólogo que, entre outros métodos, utiliza a regressão hipnótica para curar alguns dos seus doentes.

Ele que se dizia descrente deste tipo de terapia e descrente deste tipo de método ficou rendido aos resultados tidos com uma das suas pacientes e continuou a usar o método, diz ele, com bons resultados.

Então o que ele vai abordar "é a história do Reencontro de almas gémeas" (subtítulo) e esta questão faz-me pensar...


(continua)

Conversas no MSN


Eu: à bocado

andei a tratar aqui de umas coisitas

e lembrei-me que

Ele:sim sim

Eu:faltava água no limpa brisas do carro

primeiro

Ele: :)

Eu:não sabia onde raio era o botão para abrir o capô

opois lá vi um boneco

Ele:um homem faz muita falta

Eu:e aquilo abre-se com a chave à frente

pppffffff

(modernices, o outro não tem nada destas coisas)

depois....abri aquilo

bom...

abri aquilo e vi uma caixa com água vermelha

mas como aquilo tava quase no máximo

Ele:?

Eu:eu desconfiei

Ele: opa isso é o liquido dos travões

Eu:como raio ta a dar sinal de falta de água se aquilo ta cheio de água

Ele: vê la !!!

Eu: ahhh é???

Ele: água é AZUL

Eu: eu achei que fosse a água do radiador

por isso nem lhe toquei

Ele: ai meu Deus....

Eu: depois....

Ele: uuff

Eu: andei à procura da caixa da água, de uma caixa que levasse água

na vi nada

Ele: caixa?

Eu:mas na desisti

Ele: mas quais caixa

valennnnte

:)

Eu:examinei tudo muito bem...

e lá vi uma tampinha com o símbolo

só tinha aquele buraquinho, opa

o outro tem uma caixa, este só tem um buraquinho?!?!?!?

que raio fui buscar o liquido e toca a despejar

Ele:um carro tão grande....

imagino...

Eu:quando reparo melhor

na caixa do liquido azul que tenho na mão, no fim de despejar até à última gota

Ele:lavaste o motor todo

Eu:ai opa

era concentrado e não sei o k...ia-me passando!

Ele:???

ke?

Eu: tive que ir misturar água

ou melhor no fim de despejar o liquido

pus-lhe água lá para dentro também

aquilo dizia que para 1 litro era 4 de água e o camandro

Ele: e depois...nos é que somos machistas....e que não damos apoio..e que dizemos mal....e tal ...

Eu:pois...quer dizer onde estavas tu?

não deste apoio!!

Ele: na pediste...gostaria de lembrar este ponto em minha defesa

Eu: e pronto não pus tanta água como devia

mas ainda lhe pus bastante

Ele:xa la

amanhã vais a gastar pelo caminho todo

e voltas a pôr mais água

Eu: já gastei hoje

assim que entrei no carro

pimbas...toca de pôr aquilo a funcionar

Eu: isso até vai dar pra lavar o carro todo só com uma esguichadela de limpa vidros

zuuiimmmmm zuiiimmmm

e ???

(suspense)

Eu: e o k?

funcionou pá

até cheira bem e tudo

Ele: ligaste e ?? a buzina não desliga ?

ligas o pisca e o carro trava?

Eu:sim ta tudo ok

Ele:quando o aceleras apita?

Eu:só a meio do caminho

tive que voltar atrás

Ele: pra apanhar o que tava a mais?

Eu:pk me tinha esquecido da carteira com os documentos

Ele:aqhhhhhhhhhhhhhhh

Eu:ia tão contente

que esqueci...

Ele:pk?

Eu: opa prontos pk deixei cair o capô

como vejo os mecânicos fazerem

aquilo ainda fez um estrondo grande

eheh

Ele:limpaste as mãos as calcas?

Eu:parecia uma mecânica

nop

Ele: ah

Eu:devia n'era?

Ele; nem tens uma marca de óleo na cara?

Eu:mas tenho uma desculpa

nao tenho calças

:P

Ele: atão...ainda não és aquela mecânica

limpavas ao string!!!!

Eu:eheheheh

Construções!


Todos desde bem cedo, por uma razão ou outra, começamos a construir muros, muralhas, paredes como quiserem...adequado a cada caso.
Somos pedreiros na vida.
Abrimos socalcos, pregamos as estacas e começamos a construir os alicerces. Cada um tem o seu próprio estilo de fazer a massa e manejar a colher. Já o assentamento dos tijolos só varia entre o torto e o direito porque, no fundo, é para pôr uns em cima dos outros. Há quem consiga fazer curvas e arcos, colunas e arcadas mas o resultado é a construção em si e o uso que se pretende dela.
Levamos uma vida inteira como pedreiros. E há quem consiga ter uma construção sólida para toda a vida...ter um ponto de partida, um porto de chegada e um refúgio para os ventos fortes!
E os outros?!?!?
Os que são abanados, sacudidos, abalados, repelidos, enxotados, expulsos, excitados, espevitados?
Quando se quebram esses muros, quando as muralhas vêm abaixo, quando se desmorona as paredes...como e onde se agarram?!?!? Encostam-se à parede?!?!Refugiam-se noutros sítios?!?!?Levantam mais uma vez, em cima dos escombros, as suas paredes?!?!?! Procuram outra base para pregar as estacas?!?!?
QUÊ????


"Expira"


Passas por ela e nem a vês
insufla os pulmões de ar
para mais visível ficar
mas tu só és mais cortês.

Com um sorriso a desarmas por um momento
mas segues a tua caminhada como se estivesses ausente
sem perturbações
enquanto vais falando a um e a outro sem grandes emoções

Todos te sorriem quando passas
e tu retribuis gentilmente
fazem-te sentir gente seja lá o que faças
mas uma arma branca tirou-te a vida de repente.

Está toda a gente horrorizada
ela recolhe a arma com um sorriso
olha para ti insuflada
jamais lhe passa pela cabeça que perdeu o juízo


Ps: nahhh, não tenho grande jeito para poeta...vou dedicar-me à prosa! só o deixo ficar pelo trabalho que deu :P

Desencontros...


Hoje, o cansaço fez-se notar no lombo! Abria constantemente a bocarra! A concentração que tive que ter no trabalho exauriu-me muito mais e ainda tive que sair a correr para uma entrevista em Inglês. Quando entrei no metro já ia toda desengonçada e cheguei atrasada à entrevista. A entrevista até correu bem...foi-me atribuído o nível 6 mas como arregalei os olhos e fiz um sonoro "six???" fiquei no nível 5! Cool!

O pior foi depois...

Como sabem o cérebro não pára nem para respirar e quando uma pessoa está cansada fisicamente, os pensamentos apoderam-se de nós, sem pedir licença...algumas pessoas adormecem...eu não! Eu deixo-os tomarem conta de mim e perco a visão e por vezes a audição.

Assim, possuída por pensamentos, meti-me no metro com a intenção de sair na Alameda que, por falta de sorte, não é estação terminal mas um ponto de transbordo (no meu caso) para a linha que me levaria ao Oriente.

Assim, possuída por pensamentos, passei a Alameda sem dar por isso e fui quase parar ao Cais do Sodré, tive que voltar atrás por isso meti-me, no metro, no sentido contrário e mais uma vez fui possuída e...mais uma vez deixei passar a Alameda :(

Desencontrei-me...por alguns minutos mas tomei o meu rumo! Consegui chegar a casa :)!

De arromba...


Ontem estive numa festa de arromba! Isto é tudo muito bonito não fosse a PDI resmungar com a falta de descanso. A festa estava ao máximo. Os convidados estavam todos muito felizes e o aniversariante estava radiante e feliz com tanta atenção. Correu tudo bem. Eu ajudei a desembrulhar as prendas (eu adoro desembrulhar, é tão fácil e posso rasgar o papel à vontade que ninguém repara se for mal feito ehehehehe). Quando cantámos os parabéns, o pessoal já estava exausto e o aniversariante olhava embasbacado, no escuro, para a vela. Foi o seu primeiro aniversário. Não fosse ele querer agarrar a chama da vela e a coisa até tinha corrido melhor...mas...pensando bem...se calhar até foi melhor assim porque se ele dá em assoprar a vela ainda comiamos bolo com cuspo...
Sim, realmente foi muito melhor ele tentar apanhar a chama com a mão, e pôr toda a gente histérica aos gritos, porque nem se queimou nem cuspiu no bolo!

A festa foi de arromba! Ou melhor arrombou-me porque hoje andei todo o dia cansada! Mas valeu a pena!

Para pensarem...


...e atreverem-se a responder...ó faz favor!!!!!


"Se Deus não existisse tinha que ser inventado...MAS...e se existisse?"



A Sandrine, leu esta frase num livro, e o seu sentido poético e perfil filosófico fê-la andar um dia a perguntar-me isto e eu, tronga, não me "apeteceu" esclarecê-la naquela altura mas agora...deixo-os a vocês a pensarem.

Do you know who I am?

video

Grande estilo! Dá imenso jeito quando se é um perfeito desconhecido!

Sabes com quem estás a falar? Sabes? Sabes? SABES?? (ao estilo dos gatos fedorentos ;))

Adenda ao post anterior...


Ocorreu-me agora que ele podia tar ali quase debruçado, naquela patranha, só para ver o meu código do cartão...hummmm....assim sendo...bolasssss!


Tou fo**** (Deus me ouça!)


Hummmmm...não vai ter sorte nenhuma! Se ele planeia surripiar o cartão...vai perder a viagem!


Vou pô-lo no soutien, bem aconchegado...ehehehehehe.


Agora vou virar a minha ira pa outro home...hummm...tenho que escolher o alvo...mas alguém vai ser azucrinado!


Efeito sobre os homens


Tou a bufar pelas ventas...grumffttt...só a mim, só a mim me acontecem coisas destas! Bolasssss só para não dizer caralho, caralhe....grumff!
Bom...o motivo? Que mais podia ser...um home...pppfffff!
Ia eu a caminho de uma SiBS, vulgarmente conhecida por multibanco, perto do local de trabalho...mesmo aqui em baixo...estão a ver?
Enquanto me encaminho para lá vem um colega meu, informático, para cá. Ele ficou a ver-me tirar o cartão da carteira e descontraídamente disse que se ia levantar dinheiro para mim também podia levantar para ele...
E eu...aahhh tal...diz lá quanto é que precisas que hoje já recebemos o ordenado e eu dou-te...quanto precisas?
Ele (que estava na reinação) disse-me que....ahhhh e tal tou com muitas despesas...preciso de um bom dinheiro...
Eu: ahhh e tal...então quanto é que precisas? MAS em troca vais ter que me fazer uns servicinhos...
Ele virou costas e desapareceu...nem ficou à porta para eu passar...nada! Deixou-me na máquina sem mais palavra...eu ainda lhe disse, em altos gritos (no meio da Rua) que quando era para trabalhar toda a gente fugia e ele nada, nem olhou para trás....grummfffttt...não tenho a certeza se ele ouviu o meu "grito"!

Agora que tá maleeee tá! (É a vez da corneta) Tá tá!
Quer-se dizer uma pessoa fica a remoer na reacção do rapaz. Eu fiquei a pensar que estava a usar AXE (ainda cheirei debaixo dos sovacos) e aquilo foi um efeito mas ao contrário...o home fugiu de mim a sete pés!

Quer-se dizer...isto abala com as convicções de uma rapariga!!!!

Mesmo que ele nem tenha pensado naquilo que eu pensei que ele pensou só o facto de ter fugido deixou-me a pensar se ele não terá realmente pensado naquilo que eu julguei que ele pensou na altura!
Tá mallleeeeee...isto abala com as convicções de uma rapariga!
Para a próxima vez que me vier pedir dinehiro dou-lhe com um pum pum pelas trombas (é um tambor senhores-Bolassss!)

Ariston

video

Esta é uma das melhores Publicidades que já vi!
Maciaaaaaaaaaaaaa!

Viagra...


O famoso comprimido azul faz maravilhas. Confesso que nunca tinha pensado que se podia fazer o pino mas ao que parece é uma boa maneira para testar a rigidez do...produto! E abrem-se aqui novas possibilidades quer no mundo ginasta quer no caso vulgar de um momento vulgar em casa, por exemplo.
Ahhh e tal preciso de pendurar este casaco e não tenho onde, ó querido vai lá tomar o azulinho!
Ahhh e tal preciso de pendurar esta toalha para secar, amor vai buscar o comprimido à gaveta!
E ao que parece vem aí o comprimido cor de rosa...ui...vai ser bonito...vai vai! ;)

Receita



FRANGO COM WHISKY...


Ingredientes:
- 01 garrafa de whisky (do bom claro!)
- 01 frango de aproximadamente 02 quilos
- sal, pimenta e cheiro verde a gosto
- 350 ml de azeite de oliva extra virgem
- nozes moídas


Modo de preparar:
- Pegue o frango
- Beba um copo de whisky
- Envolver frango e temperar com sal, pimenta e cheiro verde a gosto.
- Massajá-lo com azeite.
- Mais um bom trago de whisky.
- Pré-aquecer o forno por aproximadamente 10 minutos.
- Sirva-se de uma boa dose (caprichada) de whisky enquanto aguarda.
- Use as nozes moídas como 'tira gosto'.
- Colocar o frango em uma assadeira grande.
- Sirva-se de mais duas doses de whisky.
- Axustar o terbostato na marca 3 , e debois de uns vinch binutos, botar
para assassinar. - digu: assar a ave.
- Derrubar uma dose de whisky debois de beia hora, formar abaertura e
gontrolar a assadura do frango.
- Tentar zentar na gadeira, servir-se de uoooooooootra dose sarada de
whisky.
- Cozer(?), costurar(?), cozinhar, sei lá, voda-se o vrango.
- Deixáááá o filho da buta do pato no vorno por umas 4 horas.
- Tentar retirar o vrango do vorno - num vai guemar a mão, garaio!
- Tentar novamente tirar o sacana do vrango do vorno, porque na primeira
teenndadiiiva dããão deeeeuuuuuu.
- Begar o vrango que gaiu no jão e enjugar o filho da buta com o bano de
jão
e cologá-lo numa pandeja ou qualquer outra borra, bois avinal você nem
gosssssssssta muito dessa bosta mesmo.
- Bronto.

Mãos



Acho que já aqui disse várias vezes que sou um bocado destrambelhada. Até aqui nada de novo nem de especial.

Tenho umas mãozinhas delicadas, de unhas compridas que são o meu...grande desespero!

Não, não julguem mal...elas são bonitas...mas são a maior causa do meu destrambelho (isto diz-se?)! Deixam cair tudo!

Há pessoas que dizem: "Rapariga, olha que isso não é nas mãos é do cérebro! Deves estar a pensar noutra coisa e tudo te cai das mãos!"

Ao que eu respondo: "nahh nahhni nahhnão...o problema é das mãos...são desengonçadas! Não têm jeito para nada!"

É verdade...que o digam os meus colegas que me viram no outro dia a forrar um livro...pppfffffff!
Pior ficou uma prenda que fui comprar ao "Toys r us" e que fui eu que tive que fazer o embrulho...aquilo se fosse uma manta era a chamada manta de retalhos :(



Terei que descobrir em que raio sou boa...nas mãos!!!!

Levis 501 original

Gosto desta publicidade! Está muito bem conseguida! É só despir despir despir...

Mergulhos


Fui...em busca de um momento. Embrenhei-me no trânsito e ansiosa cheguei à praia. Descalcei o chinelo e de pés a aquecer procurei aquele lugar. Sintonizei-me com o mar e a paisagem e fechei os olhos para os ouvir.

Depois de me espojar na toalha, virar para cima e para baixo, pensei que o melhor seria fazer-me ao mar para não aquecer tanto. A água estava uma delícia, entrei mais depressa do que tenho por hábito e apesar de me aperceber que alguém se aproximava mergulhei despreocupada.
Estar no mar é bom mas faz falta a companhia nem que seja para gritar e rir das parvoices. Apesar de fingir, ninguém apareceu a não ser...
...a não ser a pessoa que se aproximava!

Com os tempos a modas reduziram os bikinis...e se um bikini ficam muito giro para a passarelle na àgua a coisa já não é bem assim, principalmente com ondas, que a cada "carga" nos tentam tirar os pequenos trapitos do corpo.
Enfim...por mais que se ponha, por exemplo, a parte de cima do bikini no sítio...a cada mergulho...

A pessoa que lá andava reparou e sorriu para mim. Acercou-se e comentou apontando:
- Isso está sempre a sair do lugar!
- Pois está. - disse eu ajeitando.
- Vê-se os teus mamilos...porque não tiras isso?
- ahh...era uma ideia mas agora e aqui não tenho onde guardar. Não vou estar com isto na mão...por isso assim, pelo menos está atado a mim...
- Sim...é por essa razão que eu nunca uso o meu. Ando sempre à vontade!
Mergulhei e voltei a pôr a coisa no sitio e mergulhei e...

Vou fingir...


Há momentos que ficam presos para sempre em nós. Ficam pela sua tragédia ou pela felicidade. Há momentos que ficam só pela calma que trouxeram numa altura em que mais precisávamos. Uns há em que os passamos acompanhados e, por vezes, mesmo sem palavras somos agraciados pelo sorriso o que já nos faz bem à alma e outros há em que estamos sozinhos mas que nem por isso deixam de nos fazer bem.

Hoje vou ver se agarro mais um desses momentos, sozinha, naquela praia mas desta vez...vou fingir que estou à espera de...companhia!

Em queda livre

Começamos cheios de sonhos e esperanças. Caminhamos de ombros direitos, cabeça erguida e um sorriso nos lábios.

Olhamos em frente e nem vemos onde pomos os pés. Tropeçamos constantemente e por vezes caímos. Inicialmente quando caímos sabemos que uma mão está lá para nos ajudar a erguer. No entanto, à medida que nos apercebemos que o caminho se prolonga e as quedas vão acontecendo com mais frequência, as mãos desaparecem e não temos outro remédio senão erguemo-nos sozinhos. O sorriso desaparece.

Tomamos consciência de que há quedas que são evitáveis por isso começamos a olhar para o chão a certificarmo-nos que naquele buraco não metemos os pés. A cabeça deixa de andar erguida.

Continuamos a fazer o percurso de olhos no chão de cabeça para baixo. Não vemos mais nada além dos nossos pés nem sequer reparamos nos pés dos outros que, por vezes surpreendentemente, nos dão um pontapé ou nos pregam uma rasteira. De tanto olharmos para os pés os ombros deixam de andar direitos.

Começamos a perder os sonhos. Mas...a esperança...tem paraquedas!

Britney Spears - MTV 2007

Longe vão os tempos áureos desta loira que alguém intitulou ser a princesa do Pop. A rapariga foi mãe de dois filhos e anda meio perdida. No meio de tanta fralda, choro e ranho ainda a fazem ir trabalhar à noite. Num tá certo vê-se notoriamente que ela ta cheia de sono. Não acerta com o raio do playback...e ainda tem que coordenar movimentos...é muito! Gimme more...bed (quer ela gritar)
Pobrezinha...a figura que fez...e ainda tem um sorriso no lábios...muito profissional...ehehehehe
Mas a culpa é do agente que quer que ela volte enquanto se lembram dela mas ele podia ficar descansado...ela tem sido notícia...ninguém se esqueceu da princesinha ;)...e agora tãooooo depressa não sairá da boca do povo...dêem-lhe mais!

Não resisti...


Não resisti e tive que fazer uma piadinha aos comentários do texto anterior.

e prontosssss



Cá está uma versão do que é suposto eu ser. A tal mulher diaba com cornos e cauda em posição acocorada à espera que saia um ovo...portantos...a soltar um pouco da franga que há em mim!

Desculpem lá o sapatinho de salto alto mas dá mais jeito para a postura.

Ai opa...nada!


Isto hoje tá bonito...tá tá (pareço uma corneta).

Uma pessoa vem pra ki a correr, de bofes de fora...com a respiração sôfrega...prospega-se em frente ao computador, faz uma massagem às mãos, cruza os dedos até estalarem, estica-os do mesmo modo que um pianista o faria...só falta ajeitar a cauda do fraque para trás...e quando estes estão em cima das teclas...a cabeça...fica numa letargia...num sai palavra carago. Só não digo caralho porque agora gosto mais de caralhe e como caralhe não existe nem no calão e não me apetece dizer caralho porque fica feio e forte para o que quero dizer, fico-me só pelo carago! Bom também podia dizer foda-se mas hoje não me apetece.

Voltando à cabeça...
...podia daqui escorrer uma coisita bonita...alegre...ou triste...mas que desse gosto de ler. Nada! Raios partam este cérebro que às vezes faz ronha...atão não podia eu tar aki a esmerar-me...mesmo que fosse com a lingua de fora....mesmo que fosse...Nada!

Eu até podia recorrer a uma desculpa...ah e tal...hoje tou assim porque tou com o período...mas não...nem isso posso dizer! Aliás esta é uma desculpa usada para aqueles ataques de histerismo né? Quando uma gaja se enerva e mostra a sua opinião (que os outros teimam em dizer que gritamos e esbracejamos e gritamos) e opois alguém diz...olha deve tar com o período.

Raios de cabeça...recusou-se hoje...os dedos aki aos saltos...a tamborilar e...nada!

Bem...vou à procura de uma foto qualquer para espojar para este texto de merda...de merda não...cerebral...para este texto cerebral.

Para aliviar o post anterior


Uma garotinha perguntou à mãe: "Mamãe, posso levar a cachorrinha para andar em volta do quarteirão? "
Mamãe respondeu: "Não, porque ela está no CIO."
"O que é isso?" perguntou a menininha.
"Vá perguntar a seu pai. Acho que ele está na garagem."
A garotinha foi até à garagem e disse: "Paizinho, posso levar a LulaBelle para uma volta no quarteirão? Eu pedi à mamãe, mas ela disse que a cachorrinha está no CIO, então eu vim falar com você."
Papai disse: "Traga a LulaBelle aqui." Ele pegou uma estopa, embebeu-a de gasolina e esfregou as costas da cachorrinha com a estopa a fim de disfarçar o cheiro, e disse: "Tudo bem, pode ir, mas mantenha LulaBelle na coleira e só dê uma volta em torno do quarteirão." A garotinha saiu e voltou poucos minutos depois sem a cachorrinha na coleira. Surpreso, Papai perguntou: "Onde está a LulaBelle?"
E a garotinha disse: "Acabou a gasolina dela na metade do quarteirão, e por isso outro cachorro a está empurrando até nossa Casa."

Espero que vos choque...

video

De uma vez só...conseguiu estragar...tantas vidas!

Fantasia


Abro e fecho os olhos repetidas vezes para me certificar que a imagem que se forma não passa de uma fantasia...
Cresce...diante da imaginação e suja o branco com rabiscos pretos. As palavras formam-se com o mesmo tamanho para não ferirem a vista.
A fantasia vai-se desenvolvendo. Aparecem figuras com cornos ou cheias de contornos pilosos que se arremessam umas contra as outras ou contra terceiros numa dança infernal entre adagas, alfânges, espadas, escudos e arcos frechados.
As palavras descrevem a emoção que nelas contém o suspense que as personagens encaram na sua dura realidade. Ouvem-se rugidos aterradores e a movimentação de criaturas faz-se sentir em todo o seu esplendor quando as garras saiem e as presas são arreganhadas perante algumas inocentes criaturas que correm pela sua vida. Há uma que tropeça e cai sendo agarrada e esventrada por uma das horripilentas criaturas de dentes arreganhos que espuma pela boca.
Isto é um livro mas mesmo assim...não se podem salvar todas as personagens!
Fantasiamos...podíamos dar outro rumo àquela pobre criatura que caiu mas já é tarde! As letras seguem o seu caminho e nós temos que percorrer a linhas seguintes para saber se pelo menos...
É tudo fantasia!

No entanto, por agora tenho que descansar porque corri tanto, para acompanhar as personagens, que estou quase sem fôlego...não sei muito bem como elas aguentam tamanhas provações...eu tenho que descansar. Vou piscar os olhos mais uma vez para sair da minha leitura sem mazelas...

Retomo a leitura amanhã!

Obrigada PP pela oferta!


Ps: este é um apanhado geral não pertence a nenhum livro em especial!

Encontro-me


Acordo de manhã de rompante ao som do despertador. Abro os olhos fingindo que estão fechados mas a mente já deambula pela pressa de não me atrasar. O corpo obedece e separa-se do quente que abandona nos lençóis. Desço as escadas destrambelhada pela réstia de sono que finjo não ter e preparo-me para o dia.
Saio de carro, ponho a rádio a tocar e chego ao destino quase sem dar por isso.
Regresso a casa sem pensar no que ficou para trás com a esperança de encontrar o meu refúgio. Procuro-te mas de ti só sinto uma lembrança ténue. Queria...saber que lá estavas...mesmo que fosse nas sombras do quartos fechados...mesmo que fosse atrás da porta...só para te espreitar.
Não estás. Nunca estás nem nunca estiveste. Gostava de saber que sinto ou de sentir que sei.
Estou só em casa afinal.
Encontro-me a mim, a minha voz, a minha respiração, o meu pensamento e o meu bater do coração.
Fez-se tarde. Subo as escadas destrambelhada pela réstia de energia que finjo não ter e preparo-me para a noite.
Fecho os olhos fingindo que estão abertos mas a mente deambula pelo atraso de não me apressar. O corpo vai obedecendo e unifica-se com o frio que está nos lençóis.
Com o silêncio no quarto adormeço com a esperança de talvez um dia...te encontrar nos meus sonhos.

Não posso dizer...

Não posso dizer que seja uma pessoa que tenha lido muito...ainda vou a uma infima parte daquilo que gostaria de ler. Os livros fazem fila de espera, na prateleira lá de casa. Estão desertinhos para me saltarem para a mãos e serem varridos, página a página, pelos olhos e alojarem a sua história na mente.
Não posso dizer que tenha lido muitos autores Portugueses.
Não posso dizer que dos autores portugueses que li todos me tenham agradado.
Não posso dizer que ao entrar pela aquela noite escura tenha sido fabulosamente esclarecedor ou que não havendo coincidências me tenha deixado em êxtase literário ou que mesmo que a filha do capitão não me tenha aborrecido de morte.


Mas uma coisa posso-vos dizer, há um autor português que apesar da sua tenra idade escreve maravilhosamente, com descrições claras e que nos dão uma visão do espaço/tempo e que sabe contar uma história. Já vai com 5 livros editados e a saga das Crónicas de Allaryia continua a ter interesse.

Se gostarem de fantasia...aproveitem! ;)

Rir...a bom rir

video

Afinal a língua espanhola também é traiçoeira !
Este político não consegue suster o riso explicando como os bombeiros da
sua zona estão 'bien dotados'.

Chama-se Carlos González-Garcés Santiso e é concejal da Coruña.

Empurraozinho



Bom dia,


Sou uma ouvinte atenta do seu programa de rádio pela manhã, mais ou menos entre a 8h e as 8h20. Tenho ouvido, pela primeira vez, através desse programa, músicas pelas quais me "apaixono". No entanto agora ando "apaixonada" por uma música que nunca ouvi na sua rádio.

Como hoje ouvi que está rodeado por mulheres decididas que dizem que querem ouvir esta e aquela nas "músicas para sonhar" achei por bem em armar-me também em mulher decidida e dizer o que quero. Mas como não tenho grande influência sobre a sua pessoa tenho que lhe pedir delicadamente ;).


Assim, ó sr. Pedro fazia o favor de passar na sua rádio a música que se encontra em anexo? É muito alegre e só pode fazer bem às alminhas que vão todos os dias de manhã para o trabalho. É um bom começar do dia.


Se por acaso não tiver a mesma opinião que eu em relação à música ouça-a uma segunda vez...e volte a insistir numa terceira...acaso....hmmmm...olhe insista até gostar ;)


Não sei se para passarem música têm contratos e tal...mas olhe...se por acaso essa for uma "condição" encare esta música como um acto benemérito da sua estação.


Este texto vai ser escarrapachado no meu blog e se eu tiver direito a resposta gostaria de a poder também publicar...a não ser que me digam o contrário!


*Musica: "Helo rama per" dos L'Orchestra di Piazza Vittorio *


Obrigada pela atenção.


Cumprimentos,

Helo Rama Per

Tou apaixonada! Foi amor à primeira vista ou melhor à primeira ouvidela.

Esta música é divinal. Quando a ouço começo a tremer toda...não, não é de emoção (lá por estar apaixonada por ela...) é mesmo a abanar o padeiro. Não resisto...é alegre! E abano e abano...la lala...ya me voy taremol...iiiiii...ta tarelha i tarel...ehla moça...elo...lallalalalalla...

Acho que lhe vou dar um empurraozito para ir para a rádio que merece!

Mentalidades


Hoje fui à cabeleireira. Estava a precisar de cortar estas guedelhas. Estavam demasiado compridas e eu corria o risco de ser considerada...sexy e como é óbvio eu tenho uma reputação a manter, por isso, tesoura nelas. LOL

Numa cabeleireira geralmente sabe-se todas as notícias da terriola. Eu sei disso e mantenho-me sempre calada ou pelo menos tento dizer o mínimo possivel. No entanto, como ando pouco pela terriola, a cabeleireira que é uma excelente pessoa faz-me, por curiosidade pessoal, perguntas directas às quais não posso deixar de responder. Por isso, sei que na segunda-feira algumas novidades devem correr a partir dali. Enfim quanto a isso nada a fazer!

O mais interessante foi a opinião de duas pessoas presentes sobre alguns assuntos. Como dei respostas curtas acerca de mim...e agarrei numa revista para fingir que lia e para assim não me perturbarem com cusquices...fui deixada em paz. Mas comecei a ficar cheia de fernicoques (sei lá se é assim que se escreve) quando começo a ouvir os comentários descriminatórios saídos daquelas boquinhas puras!

Então para que fiquem, vocês, sabendo os miúdos que andam cheios de piercings nas sobrancelhas, na boca, língua e (será que eles sabem que há também quem meta nos genitais?) outros sitios são pessoas que não regulam muito bem e devem ter distúrbios mentais e aquelas pessoas que fazem tatuagens em todo o corpo são uns pilantras que não fazem nada na vida.
Felizmente a cabeleireira não é da mesma opinião e não tem qualquer receio de mostrar. Foi a minha heroína. Ela disse, a bom som, que gostava de fazer uma tatuagem.
Ainda com a história da tatuagem a rodar...com as outras duas alminhas caridosas a insitirem que as pessoas tatuadas são o demo em figura de gente...eu levantei-me para ocupar o lugar em frente à tesoura e fiz o meu sorriso retorcido de menina bem comportada que tinha acabado de fazer uma travessura e disse-lhes: EU TENHO UMA TATUAGEM!
Enquanto eles ficaram sem palavras porque até ali eu era uma pessoa normal e naquele instante devia-me estar nascer uma cauda e uns cornos, a cabeleireira entusiasmada quis ver a dita tatuagem. Tive que arrear a calcinha e como ela não tem papas na língua perguntou: Que é isso? Um frango?

Sim. É um frango a arder! Eu gosto de frango no churrasco. LOL

Boa disposição

E porque estive, em muito boa companhia, num almoço divertido em que o foram abordados vários temas desde sexo...a...sexo, regado com muita boa disposição aqui fica uma anedota sobre...nomes ;)

O Registo Civil de Beja recebeu o seguinte requerimento:

Beja, 5 de Fevereiro de 2006.

Eu, Maria José Pau, gostaria de saber da possibilidade de se abolir o sobrenome Pau do meu nome, já que a presença do Pau me tem deixado embaraçada em várias situações. Desde já agradeço a atenção despendida.

Peço deferimento,

Maria José Pau.

Em resposta, recebeu a seguinte mensagem:

Cara Senhora Pau:

Sobre a sua solicitação da remoção do Pau, gostaríamos de lhe dizer que a nova legislação permite a remoção do Pau, mas o processo é complicado e moroso. Se o Pau tiver sido adquirido após o casamento, a remoção é mais fácil, pois, afinal de contas, ninguém é obrigado a usar o Pau do cônjuge se não quiser. Se o Pau for do seu pai, torna-se mais difícil, pois o Pau a que nos referimos é de família e tem sido utilizado há várias gerações. Se a senhora tiver irmãos ou irmãs, a remoção do Pau torná-la-ia diferente do resto da família. Cortar o Pau do seu pai pode ser algo muito desagradável para ele.

Outro senão está no facto do seu nome conter apenas nomes próprios, e poderá ficar esquisito, caso não haja nada para colocar no lugar do Pau. Isto sem mencionar que as pessoas estranharão muito ao saber que a senhora não possui mais o Pau do seu marido.

Uma opção viável seria a troca da ordem dos nomes. Se a senhora colocar o Pau na frente da Maria e atrás do José, o Pau pode ser escondido, pois poderia assinar o seu nome como "Maria P. José". A nossa opinião é a de que o preconceito contra este nome já acabou há muito tempo e visto que a senhora já usou o Pau do seu marido por tanto tempo, não custa nada usá-lo um pouco mais. Eu mesmo possuo Pau, sempre o usei e muito poucas vezes o Pau me causou embaraços.

Atenciosamente,

Bernardo Romeu Pau Grosso

Registo Civil de Beja

Conversa no MSN


Ele: Já sei
Ela só pode ter colocado silicone nos seios. É a única explicação coerente para aquilo tudo
Eu: LOL
Ele:Foi?
Eu: foi pá
Ele:Sério?
Eu: descobriste-lhe a careca
Ele:Quando foi?
Eu: foi em Julho ta tudo saradinho
Ele: ahhhh bom
E onde ela fez a cirurgia?
No Brasil?
Eu:aki tb se faz pá
Ele:Sim, eu sei. Mas é muito mais caro que lá
Eu:foi na XXXXXXX
Ele:O que mais ela fez, além de colocar silicone nos peitinhos?
Eu:peitinhos?
mamocas boas pá
Ele: é jeito de falar, pá
Eu: opa deixa ver
pôs também na barriguita
Ele:quê?
Pôs silicone na barriga?
Eu:LOL
enganei-me
Ele: Uai. mas todas querem a barriga menor e não maior
Eu:pôs na vagina
Ele:??????
Fala sério
Eu:precisava de enchimento para ter orgasmos múltiplos
Ele:tsc tsc tsc
Eu: ta muito giro pá
eu já vi
acho k vou fazer o mesmo
Ele:Fala sério Kruellinha
Ninguém coloca silicone da vagina
Eu: tou a falar
nem tem cicatriz nem nada
foi com injecção tipo botox
Ele: ai ai ai meu Deus.
Tá bom, vou fingir que acredito
Eu: opa bolas é verdade
bom...
não foi artificial
quero dizer
foi tudo pela boca
e no sofá
(não mexe o cú do sofá)
tá mesmo só mais gorda

LOL
Ele: ahhhh bom
Mas que os peitos estão mais lindos, isso estão
Eu: uuaaaauuuuuu
k elogio bom
vou-lhe contar
posso dizer...
que gostavas de os ver melhor?
Ele:Ver somente não
Se possível tocá-los também
Claro, tudo profissionalmente
Eu:ta bom vou dizer-lhe
Ele: olha lá o que vais dizer heim? Não quero a "ela" me xingando virtualmente

Ela foi adicionado à conversação.

Ele:Olha ela aí
Eu: "ela"
olha

o "ele" gosta de ti!
Ele:Conta aí.. Isso tudo aí é silicone não é?
Ela: LOL
silicone?
onde?

Ele: Nos seios

Ela:de que falam vocês?

Eu: tá impressionado ctg

Ela: ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

não é silicone não
Ele: Sim. E como estou

Ela:engordei pá.... acontece

Ele:Vc não tinha isso tudo

Ela:sabes lá

Ele: Bom.
Então não emagreças.
Pq estão perfeitos

Ela: estão um bocado maiores...
mas eu não era uma tábua

ai obrigada
Eu: opa...
e eu ??!?!?!?

tb não emagreço né?

(...)

Ela:bem meninos...Até já

Ele: ok. É bom que fico mais a vontade com a Kru pra falarmos besteiras

"Ela"abandonou a conversa.

Ele: Kru. acho que ela não gostou heim?
Nao devíamos ter mexido com os peitos alheios

Eu: na te preocupes
eu hoje já a fiz passar vergonha no café

para ela isto é uma gota no oceano

eheheheheh