Entretem...-me

Como se já não bastasse tudo o que tenho para fazer ainda decidi entreter-me com este jogo!
Ai o que eu gostava de ser tão saltitona como esta gaja virtual. Mas eu nem para mexer os dedinhos tenho jeito...e numa cena de stress carrego nos botões todos ao mesmo tempo...
A falta de coordenação motora de dedinhos faz-me...."morrer" inúmeras vezes....pfffff!
E ás vezes faço-a correr tanto que sou eu que me perco nos cenários e tenho que fazer o load desde a última cena em que fiz "save", até nos jogos me desoriento "geograficamente". Faz falta um GPS! :(
Mas a vingança serve-se fria...é que esta saltitona só se mexe ao meu comando...pena é...que nunca vai para onde a quero mandar! Nem a porcaria de uma boneca me respeita! Raios!

Pub # 13...Sprite Dad's Love

E porque hoje fui ao Blog do Ivar e ele me fez lembrar este anúnico, tal é ternura com que fala da sua filhota! ;)

Duche...

During and After sex is so nice a good shower for each one of the lovers. Isn´t it?

Proonnttoooss...fico a aguadar resposta!!!!

"Serve a presente para agradecer à equipa que fez o Brain-storm relativamente às vossas mudanças de horário nos comboios e consequentemente aos vossos serviços.
Apanho o comboio na estação do Reguengo-Vale da Pedra, se antes apanhava um comboio regional vindo de Tomar agora apanho um que vem de Castelo branco. Para mim pouco importa de onde eles vêm a não ser que se um já vinha pontualmente atrasado o de agora vem sempre atrasado. Ora se apanhava o comboio das 8h21 e agora apanho o das 8h24 (mas que só aparece aproximadamente aos 36), ou seja, supostamente com uma diferença de 3 minutos, se o primeiro chegava ao oriente às 9h em ponto o de agora chega às 9h…e…muitos, eu não sei a hora e aposto que vocês também não, porque esse gráfico deve oscilar constantemente. Quando não vamos a marcar passo atrás dos suburbanos que saem da Azambuja também não vamos muito mais depressa…isto num comboio…que era suposto ter um espaço de tempo mais reduzido, uma vez que deixou (em relação ao de tomar) de fazer paragens em Alverca e na Póvoa! Mas não…incrivelmente esse tempo aumentou o que significa que os vossos recursos foram “optimizados”, no sentido figurado, claro!
Mas não acaba aqui! Como vou para Entrecampos o facto de não conseguir apanhar a ligação em Alverca até nem incomodava muito porque se podia apanhá-la no Oriente isto se o comboio viesse no horário. Agora o que incomoda bastante é o comboio vir sempre atrasado e esta ligação no oriente perde-se e já não podemos recorrer ao suburbano que saía às 9h15 porque também este fizeram o favor de retirar…e ficamos à espera do seguinte que era aos 24 e…vai-se lá saber porquê agora é aos 27 (isto ainda no Oriente). Ora para quem tem que entrar no trabalho às 9.30…
E claro como não podia deixar de ser o regresso a casa…é tardio…uma vez que atrasaram todos horários dos regionais!
Fico grata por pensarem nos utentes diários dos vossos serviços. Têm uma equipa fantástica de meter inveja a muita empresa…ó se têm!"
Ps: Talvez tenha exagerado um pouco mas na altura...bom há dias em que nos temos que libertar...e se tivesse feito esta reclamação no dia que me apeteceu...tinha sido realmente dura...não que fizesse grande diferença porque ao que parece "eles" devem de estar receber muitas reclamações e no máximo vou receber uma resposta standar para este tipo de reclamação...mas prontoosss serviu para não ser daquelas que esperam que os outros façam/digam por mim e libertar a alma ;).

Mazinha...


...devia ser o meu apelido. LOL...era muita redundância...xa ver...Kruella Mazinha...hummmmm....ficava bem!
Isto para dizer...eheheheeh...que aquele senhor a que me referi num texto dedicado à Refer...e que se riu...eheheheh...nas minhas trombras....a dizer-me que ia chegar mais cedo...eehhhehehehehe...quando eu tava triste por chegar mais tarde a casa...eheheheeh...advinhem quem vai sempre no mesmo comboio que eu...e quem também chega mais tarde a casa...eheheheeh...

Conversa:
Eu - Então afinal...também vai mais tarde! - com um ar pesaroso mas a rir-me para dentro toda satisfeita.
Ele - Pois vou. - respondeu todo tristonho - Fiz mal as contas dos horários, não tenho ligação!
Eu - Ahhh...que chatice. - e a pensar...ah pois é bébé, junta-te aos bons... - deixe lá, pode ser que eles ainda caiam em si e mudem outra vez esta porcaria toda mas desta vez para melhor!
Ele - Pois, isso é que era bom...
Eu - ehehehehehehehehe...(para dentro).


Ps: E por falar nisso vou ao site da CP fazer uma reclamação...já cá venho!

Pub#12- Banned ....aprender inglês

Uma boa música para um passeio em família!

O Pós 25 de Abril


A Kruella desafiou-me e aqui vai a resposta:

O pós 25 de Abril foi (ou deve ter sido) inicialmente um rubro de emoções, um desabrochar de esperanças julgadas já perdidas, um erguer da cabeça colectivo, um levantar os olhos ao céu com todas as ambições renovadas. O pós 25de Abril foi (ou deve ter sido) um convite à festa de rua, à festa dentro de casa, à festa entre amigos e camaradas, entre conhecidos e desconhecidos. O pós 25 de Abril foi (sem dúvida) o culminar de certezas, o culminar de liberdades, o culminar do fim do totalitarismo.

O pós 25 de Abril foi (ou deveria ter sido) a perpetuação de tudo isto ao longo dos tempos... mas não foi...

Hoje, passados 33 anos do 25 de Abril (mais o dia 26 e o dia 27) deparo-me com a triste realidade que não houve muita coisa que mudou... a ditadura continua, mas disfarçada. Continuamos sob um totalitarismo... o totalitarismo do marido que acha que tudo pode sobre a mulher, o totalitarismo do patrão que julga que tudo pode sobre o empregado, do totalitarismo disfarçado com sarcasmos e sorrisos amarelos.
Hoje passados tantos anos a liberdade acabou por ser uma faca de dois gumes, por um lado diz-se tudo o que se quer mas de uma forma totalmente estúpida. Grita-se, berra-se, perde-se a razão e continua-se a insistir nela, falam-se as maiores atrocidades, dizem-se os maiores disparates, exige-se para cada um o que não é permitido aos outros. E por outro lado há palavras que continuam a não ser ouvidas, há teorias que continuam a não serem faladas, há notícias que continuam a não ser transmitidas e outras (as que não interessam a ninguém) que nos levam à loucura pela excessiva repetição.
Manobras de diversão no seio político que nos tentam levar a todos, como a um grande rebanho, a pensar o mesmo, a sentir o mesmo... a não pensar a não sentir.
Hoje, passados 33 anos do 25 de Abril (mais o dia 26 e o dia 27) percebo a desilusão daqueles que ergueram os seus braços e fizeram ouvir as suas vozes para um amanhã melhor.

A mim apetece-me erguer os braços, apetece-me fazer ouvir a minha voz... mas deixo-me cair no sofá com o cansaço no silêncio atropelado da minha voz e em cima dos meus braços moles...

Let's go Girls!

Há dias assim...em que uma pessoa se sente mais feminina, mais segura, mais bonita...tudo por causa de um olhar, um sorriso, um beijo, um abraço, de uma frase amiga...há dias assim em que me sinto mais...mulher!

Coleiras...


Hoje de manhã quando saí na estação de Entre-Campos vi um rapaz...hmmmm...nos seus 25 anos (ou menos), com aproximadamente 1,75 m de altura, magro e vestido de tons escuros. Contudo o pormenor que mais me chamou a atenção no rapaz foi o adereço que ele trazia ao pescoço. Confesso que ele me apanhou a olhá-lo fixamente e deitou-me um olhar meio zangado e contudo meio orgulhoso. Isto porque o rapazola exibia um colar peculiar. Mal ele sabia que os meus pensamentos voaram assim que lhe pus os olhos em cima...no colar!

Bom...colar não é o termo mais apropriado....coleira...sim, coleira adequa-se mais à situação. Hummmm.

Então a coleira era de fivela preta e com bicos de metal. Portanto era uma coleira de bicos, daquelas que se usam nos cães quando se quer educá-los, mas neste caso os bicos eram para fora.

Portantossssss.... já se sabe que género de pensamentos sairam desta cabecinha...fiz uma associação de ideias...do seguinte género: Coleira....trela...puxão...joelhos...orelhas...shlep!

Gay Christian

"Come out of the...toillet"

Smith and Jones dicuss the Beatles

Adoro esta dupla...para mim é uma das melhores Britcoms de sempre!

25 de Abril


A Sandrine insistiu que eu devia fazer um post sobre o 25 de Abril. Eu decidamente disse-lhe que estava indecisa em fazer um post sobre o 25 de abril. Afinal o que é que eu podia dizer sobre o 25 de Abril que os outros não dissessem também? Mas para quê dar-me ao trabalho de escrever sobre o 25 de Abril sendo que é uma coisa que toda a gente já sabe? Este ano o 25 de Abril calhou a uma quarta-feira, dois dias de trabalho, descanso, dois dias de trabalho.

Não é isto que o pessoal pensa do 25 de Abril. A data, 25 de Abril, é importante para o país. E em Maio? Maio não deu....teve que ser a seguir...25 de Abril...ainda não estava muito calor...o pessoal podia pôr-se perfeitamente, em 25 de Abril, a trazer tanques e tal e ocupar-se dos cravos...hmmm...não...não era isso...acho que iam cantar para Grândola não era? Nahhhh...

Ora bem onde estava eu no 25 de Abril? A ler um livro de Dan Brown...pois..no 25 de Abril do ano passado! Este ano...passei o dia inteiro a escrever esta porcaria de texto por falta de inspiração para um texto melhor...sobre o 25 de Abril!

Mas que raio hei-de eu escrever sobre o 25 de Abril que toda a gente já não saiba ainda?

Era sobre a ponte? Hummmm....a ponte 25 de Abril é alta e quando se olha para baixo a imagem começa a distender-se perante os olhos e começamos a cabecear e podemos desmaiar...isto para quem tem vertigens...na 25 de Abril. Nahhhhh....acho que era sobre a data mesmo...a do 25 de Abril!

Olha já sei...25 de Abril...é feriado...e o feriado é bom...descansa-se e não se trabalha...o dia é bom...é bom para o país que descansa de tanta....canseira!

Bom Sandrine o texto está escrito agora desafio-te a escreveres um sobre o 26 de Abril e a ver se consegues repetir a data tantas vezes como eu quando falei no 25 de Abril! (mais uma vez...tau) Eheheheheeheheheeh (agora é a tua vez de me dares o outro tau....hummmm...élllláaaa num dá pá...que o Tau-tau é uma private joke com um senhor ali dos links do lado direito...hummmm...dá-me um "toma lá embrulha"...ok?)

Metrosexual

Ouve-se falar tanto em homens cosmopolitas, urbanos, sofisticados e metrossexuais e que, diga-se de passagem, eu gosto muito. Gosto tanto que ando a tentar que um dos machos da casa ande sempre mais cheirosinho, mais arranjadinho, unha tratada, dentinho branco e barba feita.
No entanto, a tarefa é difícil! Tenho que dar sempre algo em troca para poder ter uma destas premissas realizadas!
Até para o pentear tenho que lhe dar…um biscoito! O sanupa é o retracto de um cão muito metrosexual. Vejamos!
Vai de feliz e de boa vontade a trotar para a casa de banho, coloca-se estratégicamente junto da base do duche e encostado à parede mas a partir daqui...uiiiiiiii....primeiro que o consiga arrancar dali é um trinta e um e fico a deitar os bofes pela boca. Faço um esforço…vem vem…puxo puxo…já com a lingua presa nos dentes…upa upa upa…até as veias do pescoço me saltam…vai vai vai…ufa que canseira...mas já lá está dentro! Depois é outra luta para o impedir de sair…com uma mão empurro-o para dentro e com a outra agarro no chuveiro, ponho champô e massajo…a parte da massagem corre bem não fosse de vez em quando o chuveiro, em repouso no chão do duche, mexer-se sozinho e molhar-me a mim também, quase sempre no rosto. Então ali estou eu, de joelhos, quase a afogar-me, com uma mão a empurrar o cão para dentro e a outra a tentar apanhar o chuveiro que não pára quieto. Depois é outra luta para o embrulhar na toalha…porque ele quer é sacudri-se e eu a tentar impedir que ele o faça dentro da casa… ainda toda molhada vou quase de rojo a acompanhar o animal (que é rodinhas baixas) a tentar que a toalha não lhe saia de cima…nunca consigo o canix é sempre mais rápido e a meio do caminho desenvincilha-se de mim e da toalha e sacode-se no pior sitio...perto de um móvel com vidros. Sabendo que depois do banho come um rask (e lava assim os dentes), coisa que adora, manda-se numa corrida na minha direcção...isto quando estou a recompor-me e finalmente a levantar-me...e decide saltar para cima de mim tal é o contentamente! A princípio ainda me deitava ao chão mas agora, experiente, finco os pés no chão, arreganho os dentes e inclino-me ligeiramente tal jogador de rugby e preparo-me psicologicamente para o impacto da besta.Quanto à unha tratada (esclareço que é só uma que teima em enrolar-se e enfiar-se na almofadinha...as outras, ele que as gaste a fazer buracos no quintal) essa tarefa só é levada a cabo no VET eu não consigo. O que este cão gosta de ir ao VET…uiiiiiiii…só cheiros por explorar…mijadela aqui e ali...mas depois quando sobe para a marquesa parece que faz break-dance e quando vê o corta unhas parece o Pavarotti mas com voz fininha.
A barba é um capricho meu…é que não acho muita piada quando depois de horas a explorar no quintal ele me aparece com uma nhanha a escorrer em fio pela barbicha abaixo…vai de cortar-la. Quando me vê com a tesoura na mão dá pulos de alegria…quando a chego às fuças…devia constantemente a cabeça…fica tudo mal cortado...uns pêlos maiores que os outros...se eu desisto…vai a correr para o prémio!
O senão disto tudo é que depois do banho parece que o cheiro dele intensifica-se e fica quase insuportável estar perto dele, a barba fica toda escadeada parece uma barba punk.
Antes e Depois

Mas que raio...


São estes???????
Já num quero! Venham as meninas....

Preocupações




Afinal as notícias não foram as melhores. O pessoal anda a tentar conformar-se mas ao que parece vou ficar sem gajo. Preocupam-me imensas coisas mas a que me vem correntemente ao pensamento é... quem raio vai transportar as botijas de gás de 45 Kg. Será que na entrega ao domicilio há rapazitos "pluma"?

Sim... outra vez!!!!


O que me preocupa, de momento, não é o facto de o meu cão andar a perder pêlo como o caraças e de eu já andar farta de varrer a casa (já pareço uma bruxa sempre de vassoura em punho!!).
O que me preocupa não é o facto de já estar com a mão toda dorida de andar a dar murros no autoclismo que avariou (murro para começar a encher e murro para parar de encher) e de o canalizador ir lá este sábado de manhã (DE MANHÃ!!!!! Sabem o que isso implica???? Não vai haver borga esta sexta
:( ) e de tentar perceber que bela conta ele me vai apresentar.
O que me preocupa não é o tentar descortinar de uma vez por todas quais as cores com que vou pintar a minha casa afinal tenho sempre a ‘minha’ decoradora pessoal he he... tenho é que arranjar uma maneira de a convencer numa almoçarada lá em casa, com os cahopos e marido... hummm vou ter que despachar o cão para esse efeito!!!
O que me preocupa não é saber como vou eu arranjar dinheiro para as tintas (afinal a mão-de-obra, ou seja, o pintor já está contratado!!! E a custo zero! Quer dizer, vou pagar em géneros....uiiiiii, muita buja vou eu ter que comprar para lhe pagar (o que é que essas mentes já estavam a pensar heinnn?????)

O que me preocupa é que as minhas calças já me deixaram de servir e vou ter que gastar dinheiro em roupinha fresquinha e larguinha para ver se disfarço... bom... vocês já sabem o quê...

Obcecada pela minha barriga???? Eu???? Nãããoooooo.... que ideia.

Léxico feminino


É sempre bom ter conhecimento da coisa... para decifrar uma mulher...

'Pois' - É a palavra que a mulher usa para acabar uma discussão quando ela decidiu que tem razão e quer mandar calar o homem, o qual ainda não entendeu quem tem mesmo razão.
'Cinco minutos' - Se ela está a vestir-se, significa meia hora; "cinco minutos" só quer mesmo dizer "cinco minutos" se o homem pediu "cinco minutos" para ver o fim do jogo antes de ajudar na cozinha, levar o saco do lixo à rua, ou reparar o interruptor.
'Não é nada' - Deve ser interpretado como a calma antes da tempestade. Significa "alguma coisa", e é sempre um sinal de alarme. As discussões começam com "Não é nada", e costumam acabar com "Pois."
'Faz como quiseres...' - É sempre um desafio, nunca uma autorização. O homem corre perigo sério se tentar fazer como quer!
'Suspiro profundo' - Na realidade não é uma palavra, mas uma afirmação não verbal que os homens raramente compreendem. O suspiro significa que o homem é um idiota e que ela pergunta a si mesma de que serve perder tempo a discutir com um idiota quase sempre a propósito de "nada".
'Está bem' - É uma das afirmações mais perigosas que uma mulher pode fazer a um homem."Está bem" significa que ela vai pensar bastante antes de decidir como e quando o homem vai pagar o mais caro possível pelo seu erro.

'Obrigado...' - Não é aconselhável tentar saber o que ela está a agradecer. O homem acabará por descobrir qual o preço a pagar.
'Como queiras' - É a maneira de uma mulher chamar "seu $@&#%!" ao homem.
Bom...homens voces estão avisados!
Ps: Recebido por email.

Ficção


A idade não era ainda muita mas pesava-lhe... pesava-lhe como pesam os kilos na balança, como pesam os olhos após uma noite mal dormida, como pesam os braços quando o cansaço é demais.
Sentia-se cada vez mais desgastado, sem grandes forças para muita coisa porque mesmo as pequenas o saturavam!
Ia-se agarrando a pequenos prazeres da vida, ao copo no pub no fim do dia – sozinho ou acompanhado não interessava muito – aquele era, por excelência o momento dele, umas gargalhadas trocadas com uns poucos, uns momentos de maior seriedade (o que não implica intimidade, é apenas um estado de espírito).
A idade não era ainda muita mas pesava-lhe... pesava-lhe como pesam os sonhos que ficam por terra, como pesam os objectivos que não são concretizados.
O desgaste não era visível no rosto mas para quem consegue olhar para além de, penetrar com o olhar no outro, o desgaste que se via por dentro era aterrador...
A idade não era ainda muita mas pesava-lhe... pesava-lhe como pesa o álcool após uns copos bebidos... mas neste caso a sensação de leveza vem a seguir... e os sonhos começam a levantar voo e o desgaste parece que diminui.
A idade não era ainda muita mas pesava-lhe...
Não! Não era a idade que lhe pesava, não era o excesso de trabalho, não eram os cuidados com a família...
O que nos pesa sempre mais é a sensação de não ter ido mais além, de não termos sido quem sonhámos, de não termos feito o que sempre pensámos fazer.
O que nos pesa é termos acabado como tantos outros...

A idade não era ainda muita mas pesava-lhe...

Linkin Park - Breaking the Habit

I don’t know what’s worth fighting for - Or why I have to scream

I don’t know why I instigate - And say what I don’t mean

I don’t know how I got this way I know it’s not alright

So I’m Breaking the habit

Tonight

Imagens


Tal como esta imagem a vida por vezes é assim...olhamos para o que queremos ver ou para o que nos é mostrado e quando vemos bem, existem pessoas, coisas, cheiros ou sons que estiveram sempre lá e nunca foram vistos ou sentidos. E à medida que exploramos encontramos algo novo que nos maravilha e...fazemos novos amigos ;).

Fala "www.youtube.com"

Braviu, bladiu, labiu, ponto, niuutubiu, miutubi, itubi, ponto ponto

isso

Dlabliu, dabliu, dabliu, dabro ponto iuitu

you = uiiii

you=iuuuiii

you=ui ui

Sexta...Yuuuppiiiiiiiiii


Lá lá lá lá...a menina hoje já apanhou uma molha...lá lá lá lá...está toda encharcadinha...lá lá lá lá...e está à espera de más noticias...lá lá lá lá...por isso é aproveitar e desbundar antes...lá lá lá lá....Hoje é sexta...lá lá lá lá !

Toma lá e embrulha!!!!!


auchtttttt....


Resolução!


O gajix é um encanto. Agora anda tudo à espera que ele emita a primeira palavra. Ele já disse algumas vezes “olá” mas acho que o que se passou foi mais nós traduzirmos o som, do palreio, numa palavra conhecida, do que ele a dizer propriamente. Acho que aos 7 meses não se pode esperar muito mas…eu gostava que a primeira palavra dele fosse mãe e não pai. Por isso comecei a reparar nos sons que ele ouvia com mais frequência e apercebi-me que grande parte das palavras tem o som “P” em grande evidência. Por exemplo, dei-lhe no outro dia um hipopótamo de pelúcia e como podem reparar o som está lá todo para o “p”. O pato na água, o prato, palminhas olaré palminhas…enfim…nesta idade anda quase tudo com o “P” às voltas por isso acho que é bem normal que a primeira palavra venha a ser pai (GRRRRR). Popó já proibi de dizer…é carro e acabou-se! Agora as outras…uuiiiii! Então do que é que a menina se lembrou? Transformar todos os “P” em “M” LOL…Então dir-lhe-ei Himomótamo, mato, mrato…e as palminhas é que já não consigo transformar. Claro que abafo um pouco o “M” para não ele não dizer as palavras mal…mas também se disser…e eles dizem sempre no inicio…não fará grande mal…sei lá…Por agora e até ele dizer a primeira palavra vai levar com tudo em “M” e quando ele finalmente disser Mãe…pode começar a ouvir os sons correctos!
Hummmm…lembrei-me agora que depois de tanto esforço ele ainda acaba por dizer (de avô)…huummmm….tenho que ver quais as palavras em “V” para as transformar….hummmmm!

Cartoons...

Reflexo


Reflexo condicionado

Descubram....



...o que há em comum entre estas duas fotos!



Velhote...na estação


Um deste dias estava eu a dirigir-me para a linha de onde apanho o comboio (ando mesmo transtornada com isto dos horários que só me vêm à cabeça histórias relacionadas) quando um Sr. mais velho carrega no botão do elevador e diz, em jeito de pergunta, que os elevadores já estão a funcionar.
O elevador abre imediatamente a porta e eu digo ao Sr., em jeito de resposta: “então vou aproveitar e vou também!” Ele carrega no botão que nos leva acima e vira-se para mim e diz: A malta nova agora não presta para nada!
Eu respondi-lhe, literalmente, com um: EHEHEH, pensando que ele me estava a mandar um boca por não ir de escadas. E acrescentei, em jeito de desculpa, “eu ainda não tinha andado de elevador, estou só a estreá-lo”
Ele: Pois isto é bom é para as pessoas que não consigam subir escadas!
Eu: Sim e para grávidas
Ele: Ou que tenham problemas nas pernas.
Eu (sorri): Sim
Ele: Mas o pessoal de hoje não presta para nada! Os meus netos por exemplo…a avó deles no outro dia disse para a ajudar a transportar uma saca de 20 kg e eles viram-se aflitos. Um deles ainda consegue, tem músculos...massa muscular...percebe?
Eu: hummmm..
Ele: Agora o outro não pode com nada...
Eu (sorrindo amarelo): Ah sim?
Ele já na outra ponta a descer as escadas atrás de mim: Sim! No meu tempo…olhe…eu acartava sacas de 125 kg às costas e aguentava bem. Agora…não prestam para nada!
Eu: Ai os jovens de hoje. É começar a treiná-los em casa. Esta parte eu tive a impressão que ele já não ouviu porque disse de repente:
- Ena esqueci-me que queria vir de elevador para baixo!
Eu: Pois, deixe lá…para baixo…
Ele num grito: Todos os anjos ajudam!

Acabei por não perceber porque o Sr. me dirigiu palavra daquela forma. Primeiro senti que me estava a dizer que eu como ia de elevador…jovem…e tal…não prestava! Mas fiquei muito…digamos…desorientada…porque pus a hipótese que ele pudesse estar a falar com um semelhante…quer-se dizer…eu pintei o raio dos cabelos os meus 3 cabelos brancos desta vez estão bem escondidos. Estou perturbada! A culpa é da Refer! LOL

Quem se lembra?

E por falar em brasil...quem se lembras disto?

Elenco original do Sitio do Picapau Amarelo


Balão Mágico

Ps: Obrigada ao Chappooooaasss que gentilmente me forneceu os Links.

Geremias...mata mil

Mais nada...há que dizê-lo com toda a frontalidade...mata mil e repete para que ninguém tenha dúvidas.

E teve direito a um arranjo Funk e tudo.

P.s: Obrigada ao Bruno que gentilmente me cedeu os links.

Hoje sinto-me assim...


Cansada demais para endireitar as costas...
Com a visão turva demais para conseguir ver o sol...
e sem vontade de sentir na pele as gotas salgadas do mar...

Bamboleio


Na sequência do post “jéssica” e “eu sou muita boa” da Sandrine lembrei-me de contar uma historieta.
Um destes dias tive que ir fazer um exame ao motor da máquina e como tal fui trabalhar mais tarde. Tive que levar o carro para outra estação em que os comboios são mais regulares e o parque de estacionamento ainda fica a uns bons quinhentos metros de distância. Eu que no dia anterior arrisquei mais uma vez a pintar o cabelo de forma a cobrir os meus 3 cabelos brancos (eu acho que são mais mas não quero nem saber…oficialmente são 3). Bom…com os cabelos pintados uma mulher cresce por dentro. Julga-se outra e fica a pensar…hummm hoje devo estar o máximo. Saí do carro… e agora imaginem a cena em câmara lenta…sacudi os cabelos ajeitei os seios debaixo do decote, enchi o peito de ar (para os seios ficarem maiores e a barriga encolher) e resolvi, mesmo sem salto alto, começar a bambolear a anca enquanto andava para a estação! E claro tive a reacção imediata dos camionistas…LOL…apitavam e eu ria-me, ria-me por dentro…e agora imaginem esta cena (a música de fundo numa cena sensual em que vou a andar em câmara lenta e a pensar “sou irresistível”) um dos camionistas meteu a cabeça de fora e lançou: Ohhh Loira boaaaaa! (a música pára de repente com o disco riscado e eu saio de câmara lenta)
Loira? Questionei-me eu! Raios…sou morena. Olhei para trás e vinha uma gaja Loira toda grossa a bambolear-se e em Câmara Lenta!!!!

como começou....


Ao procurar uma imagem para o post anterior dei com isto. LOL. Como gosto de partilhar aqui vai...só me resta uma pergunta...se ele tava a dormir...como...? Hummmmmm....

Refer


A menina anda enervada. Ai que crise. Ando para trás e para a frente. Meto as mãos nos bolsos e resmungo com as pessoas que passam sem elas ouvirem porque o faço só com o pensamento. Ando de um lado para o outro, num tormento, e vou soltando “cabrões” em silêncio. Já quase fiz um buraco no chão de tanto andar dali para aqui e daqui para acolá.

Saíram os novos horários do comboio. A menina olha para o papel e tem as lágrimas à beira das pálpebras. Dá mais uns passos enervada e olha para o papel. De momento só vê uma imagem retorcida e aumentada pela quantidade de água que está quase a fazer bunjee jumping. Antes de a imagem começar a fazer a dança do ventre havia uns números impressos no papel. Os números caíram em desagrado à menina. E a menina chora de desgostos. Mudaram os horários dos comboios vou chegar muito mais tarde a casa. Se já chegava tardíssimo agora…buuuuuaaaaaaa. Choro. Choro para acalmar tanto frenesim que cresce dentro de mim….porquê meu deus?

Chego-me a um senhor na estação em busca de conforto em palavras solidárias…nada! Riu-se todo contente. Ele vai chegar mais cedo a casa. Eu não…eu vou chegar mais tarde! e o Sr. Ainda teve a amabilidade de me explicar que foi por causa dos horários dos Alfas e inter-cidades que os horários mudaram…Então os outros andam a passear e uma pessoa que trabalha é que tem de ceder nas horas? Pergunto eu em silêncio. Buaaaaa….atiro-lhe um olhar magoado e entro no comboio que acabou de chegar. Vou todo o caminho de beicinho esticado e de braços cruzados…quando o pica passa nem bom dia lhe dou, como vingança. Mais nada! Provavelmente no regresso atiro a língua de fora ao outro pica…só em pensamento!

Games



Will you play with me?

300


Não, não é o filme! É o nº do post!

By Kruella,
Não vou dizer-vos que ando a 300/h. Não! Ficava com a pele toda repuxada. O que posso falar é na conjunção matemática desses algarismos…3+0+0=3 (porque me dá mais jeito).
3 é a conta que Deus fez e para mim é um número perfeito. Numero primo, número de alguns fetiches ou fantasias sexuais, numero de bicos do chapéu LOL e número de, por exemplo, decoração em casa, neste caso na minha. Tenho 3 Tulipas azuis numa jarra, 3 cactos num vaso, 3 velas em cima da mesa. Já sei, dá mais sorte, segundo o Feng Shui ter a decoração aos pares mas se eu gosto do 3 é em trio que tenho!
No Blog somos 3 e não, não somos as da divina trindade. Somos, talvez, as 3 da vida airada: Cocó, Ranheta e Facada.


A coisa tal como a vê Miss Precious


Três Porquinhos, Três Graças, a Santíssima Trindade, três religiões com a mesma fonte (Cristianismo, Islão e Judaísmo), entre imensos três.
Três é um dos números da sorte na China porque se parece com a palavra vivo.
Dizem os americanos que a sorte, sobretudo a má, vem aos trios. Para nós, são as mortes. O que é parecido.
E Cristo, que como sabemos era um gajo porreiro, ressuscitou ao terceiro dia.
Isto são tudo graças retiradas da Wikipedia, pois claro.
E nós as três? Até posso admitir que somos as três Graças, sendo certo que não somos os três porquinhos. E iremos certamente continuar a tentar ter graça, a quadruplicar, quintuplicar e outras coisas acabadas em ar.


A coisa tal como a (tenta) ver a Sandrine




Três escritas, três escritoras, três malucas
Três perspectivas, três formas diferentes de viver a vida, três modos diferentes de a colocar à vista
Trezentos...
Trezentos posts, trezentos humores
Trezentas formas de fazer humor
Trezentos modos de levar à loucura
Trezentas pancadas na ‘cornadura’
(esta última foi só para rimar)


E enquanto vocês tiverem paciência para estes números e estas ‘estranhas formas de vida/escrita’ nós cá vamos estando para fazer de este Blog uma forma moderna de tertúlia!

Sou mesmo Boa!!!


Tenho que admitir que tenho uma certa inveja dos meus amigos e daqueles que mais privam comigo. Tenho inveja deles porque eles têm uma coisa que eu não tenho que é a possibilidade e o prazer de privarem comigo.
Gostaria de poder ser eles só para poder ter-me a mim em frente a mim e ouvir as coisas maravilhosas e extremamente inteligentes que saem desta bela boquinha!
Invejo-lhes o prazer (indubitável) que eles têm de passar uma tarde comigo. Eu sou tão divertida que chega a meter-me confusão!!! Quais cerveja sem álcool quais quê, perfeita perfeita sou eu! Mesmo sem saber a pêssego!
Gostaria de poder saborear o mar de sapiência que sai deste cérebro, poder sorver as mil e umas informações extremamente intelectuais que eu despejo numa mesa de café.
Quem tem este enorme prazer sabe do que eu falo... deve ser um momento único quando vocês me ouvem dizer “ah e tal agora estou a ler um livro que não me lembro agora do nome, mas que é espectacular... o escritor é famoso é o.... ai opa agora não me recordo do nome, mas é mesmo muito bom!” Eu apenas imagino-vos a saborearem cada palavrinha como se de uma cereja se tratasse! E quando eu remato com o típico “Ai se eu tivesse memória era uma pessoa tão inteligente!”... e falar de quadros, pintura ou livros da mesma área que me ofereceram??? Para além de trocar sempre os nomes (quando me lembro sequer deles) o mais normal é eu bolçar qualquer coisa do género “aiiiii, e aquele quadro daquele senhor???” e ninguém sabe do que eu falo... mas também ninguém tenta aprofundar até porque já se sabe que a conversa não vai ficar muito mais interessante!
Já para não falar das minhas formas físicas extremamente eróticas (nalguma época a gordura foi formosura de certeza) que fazem com que eu, numa combinação única com uma descoordenação motora, bata em tudo o que é ombreiras de portas e bicos de mesas só para depois o meu corpo ficar a parecer uma árvore de natal com a quantidade abismal de nódoas negras!
Visto que eu sou mesmo peculiar como pessoa até a forma como as pessoas falam comigo muda! Deste modo, homme que é homme não me manda o natural piropo do género “ai que boa/grossa/inteligente/sexy/beleza-exótica/fabulástica que és” não... isso é para a comum das mortais... a mim é mesmo o piropo do género “epá, nunca vi uma mulher beber/gostar tanto de buja como tu” enfim... sou mesmo especial!!!
Contar anedotas em público o pessoal já começa a desistir por motivos óbvios... para além das gargalhadas serem terrivelmente altas há sempre a hipótese de a minha boquinha se tornar numa fonte... o que não deve ser um espectáculo bonito de se ver...
Como cereja em cima do bolo desta criatura Unique que eu sou ainda tenho a capacidade de comer uma bola de Berlim estragada e passar a noite a vomitar a bola e tudo o resto que me tenha passado pela garganta nesse dia (e claro que à pergunta “então, mas não deste que estava estragada?” fica um olhar infantil de “não...”).

E a eterna questão mantém-se... como é que vocês conseguem aturar-me sem ter um ataque cardíaco pelo meio???... é que é tanta emoção.... e deve ser tão boooommmmmmmm ;)

Dias da Música em Belém


O CCB este ano, e devido a cortes orçamentais, não irá presentear-nos, como já o fazia há alguns anos com a Festa da Música.
No entanto, irá presentear-nos com os "Dias da Música em Belém - para muitos pianos e orquestras". Este evento irá decorrer no Centro Cultural de Belém de 20 a 22 de Abril e os preços são, para não variar neste tipo de iniciativas, muito simpáticos!

Podem encontrar mais informações no site do CCB: www.ccb.pt

Eu já tenho os meus bilhetes... e vocês?? :)

Outra...tatuagem!


Não...desta vez não foi em mim que ela foi feita. Foi no gajo. Gajo que disse que era uma palermice fazer tatuagens ainda tentou desmotivar-me de fazer a minha mas o feitiço virou-se contra o feiticeiro. A mim, quando tou "motivada", ninguém consegue desmotivar sem bons argumentos...E na tentativa de o fazer ver que tendo um corpito como o meu que já não serve para fazer passagens de modelo o melhor era mesmo enfeitá-lo LOL. Depois dele ver que afinal nem custa nada fazer uma tatoo, uma vez que eu aguentei estóicamente, comecei a germinar nele a ideia de também fazer uma. Entusiasmei-o a tal ponto que não resistiu e o resultado está à vista! Fui com ele...não...não fui segurar-lhe na mão LOL...digamos que fui autorizada a entrar na sala. O tatuador reconheceu-me logo e fez as perguntas certas...ou seja, lembrou-se da nossa converseta. Simpáctico e tem um "estúdio" muito bom...tudo esterizado e muito limpinho. Quando ligou a máquina eu calei-me sentadinha a um canto e pus-me a ler um livro. Absorvida pela história do mesmo desliguei-me do que se passava à minha volta. Quando o capítulo acaba fecho o livro e os dois meninos estão num silêncio verbal...só se ouvia a máquina. Hummm...silêncio entre dois gajos? Estranho! Nahhhh...comigo não...lancei uma pergunta ao tatuador e pimba até ao fim tivémos os três na palheta...e foi muito giro.
Chegamos a casa dos pais do gajo e eu disse-lhes logo que o filho tinha uma pintura no braço...
Conversa entre pai e filho:
Pai: Que é isso? Uma moto?
Filho: Não, é um ciclista e depois tem as rodas da bicla em baixo!
Pai: Ai é? e porque é que uma bicicleta tem chamas atrás?
Filho: porque...ehhhh...
Eu em "socorro" do gajo: É o ciclista que leva o fogo no cú!
Pai sorriso: Ah é? Vai com pressa?



Ps: Só a acrescentar que para quem não queria e achava que não se deviam fazer tatuagens saiu de lá a dizer "a próxima vai ser no outro braço e será o yin-yang...e viste viste ele (o tatuador) disse-me: bem vindo ao clube " ;)

"Tens uma maneira esquisita de falar"


Quinta-feira passada estava eu a uma hora do final do dia de trabalho quando "resolvi" aliviar o silêncio que reinava na sala. Começo na palheta, sempre a trabalhar (óbvio), com os meus colegas e a coisa vai na vai e já estávamos quase todos a chorar de tanto rir. Mesmo na recta final aparece o canalizador que tinha sido chamado para resolver um assunto de casa de banho. Foi necessária uma decisão e, na ausência da chefe, coube-me a mim tomá-la. O sr. foi chamado à sala para me dizer o que se passava mas assim que proferiu a primeira palavra...subiu um calor por mim a cima e...fiz um sorriso. Suponho que hoje em dia ele veja muitos sorrisos, uns mais esgalhados que outros. LOL. Quando o canalizador resolveu, finalmente, ir-se embora já levou com um "até amanhã" atravessado de gargalhada.
A Sandrine ainda começou a dizer "tens uma maneira..." mas já não conseguiu acabar a frase porque explodimos todos numa gargalhada geral.
Explicando:O sr. canalizador fez lembrar o novo spot publicitário da Telecom levado a cabo pelos Fedorentos!

P.s: Alguns pensarão "Mas que raio está a fazer a foto do Duffy Duck neste texto? LOL. E eu pregunto: Alguém saberá? Se souber é favor avançar a resposta nos coments. ;)

A Jéssica é...



A Jéssica é:

Uma mulher criança

Uma luz feita esperança

Uma forma de amar

A Jéssica é:

Uma esperança de futuro

De algo que não cresceu no útero

Mas que se há-de cimentar

A Jéssica é:

O tudo e o Nada

E a eterna demanda

Por um cálice que não se quer derramar

A Jéssica é:

A colher de pau arrumada

Ou pelo menos bem utilizada

Por quem a saiba utilizar

A Jéssica é:

Deixar de lado o frango

Deixar vir as saladas

E uma vida mais arrumada

A Jéssica é:

O sonho que todos temos

De um dia sermos ‘donos’

Do bom que há na vida para agarrar

Como...onde?


- Calça as chinelas, Zé, que o chão está quente!Ele resmungou mas teve que as calçar porque senão não conseguia ter mais paz nesse dia. Olhou para o céu. O sol já ia alto.

- Mas que tanto resmungas tu, homem de Deus? – Perguntou-lhe ela.

- Nada Maria! Precisava de ajuda aqui no ofício. O teu filho não quer fazer nenhum! Com aquela idade e só quer é andar por aí com um bando de amigos atrás!

- Deixa lá o rapaz. – disse ela num tom apaziguador.

- Deixo o rapaz? Ele já tem 33 anos! Achas normal? Ando por aí sem rumo e vai arrastando alguns atrás dele. Parece que andam em rebanho...A principio ainda ajudava mas depois quis experimentar a pesca!

- E olha que ao que parece, ele na Nazaré, até se saiu bem...era um bom pescador!

- Pois, mas agora anda nos copos...tu sabes que nme disseram que ele arrumou confusão na feira?

- Já sei dessa história! Foi o cobrador que implicou com ele! – defendeu ela.

- não sei...estou preocupado com o rumo dele. Devia assentar, casar, ter filhos....havia aquela rapariga que andava por aí com ele....como se chama? Ai que não me lembro.

- Madalena!

- Sim. Essa moça.

- Não te preocupes, ele há-de vê-la! Ele há-de tomar um rumo. Toda a gente gosta dele. Até as crianças. No outro dia ouvi-o dizer: “Vinde a mim...” e elas correram para ele.

- Pois não há dúvida que o rapaz é bem falante. Mas as palavras não metem pão na mesa!

- Huummm...ele até se vai desenrascando.

- Ó mulher, tu mete-lhe juízo na cabeça! Que mal tem em me ajudar aqui na carpintaria? É um trabalho honesto!

- Eu sei homem mas não quero que ele se sacrifique por nós!

A pergunta é: Mais tarde....como morreu o filho deste casal?

Quando...como...onde?


A primavera traz cores, alegria e luz. No quarto mês do ano as árvores vêem os seus ramos povoados de pássaros que chilreiam para o acasalamento e vêem as suas flores a despontarem para o espaço que fica perfumado. Numa vila uma morena regressava descansada, a casa, a observar a vida nas árvores. Adorava especialmente um Salgueiro que havia na sua rua. Sabia que ia atrasada porque tinha deixado um bolo em repouso e tinha que o meter rapidamente no forno. Entrou no 74, calma, como se não se importasse com o resultado do bolo! Dentro da cozinha olhou para a forma e despejou-lhe a massa passando o rapa tudo! Ligou o rádio para descontrair e ao voltar-se deixou cair o rapa tudo no chão! -Ai c’um Caetano!!! - exclamou surpreendida.

Profissões do mundo


Tenho um trabalho de grande importância para o País em geral e para o mundo em particular - ou o contrário não sei, nunca fui muito bom em ordens de grandeza, aliás nem em ordem nem em grandezas.
Um trabalho excepcional: sou um polícia que é inspector que faz socorrismo ao apagar os fogos resultantes dos danos irreparáveis nas colunas vertebrais das pessoas. Pensando bem, devo ser médico!
Os meus pacientes são, deste modo, invertebrados mas são uns borrachos. Não têm penas portanto... e por muito que eles não tenham penas também não há quem tenha pena deles. Não é um sentimento bonito de se ter por alguém, mas depois dos fogos que lhes assolam a rigidez da posição erecta este é o único sentimento que se pode ter por estes infractores.
Infractores porque praticam crimes contra a humanidade. Sou polícia portanto!
A sua maleabilidade dorsal assim o determina. Queimam a reputação dos outros como se de um cigarro se tratasse. Agem como se fossem os únicos seres ao cimo da terra e sem consideração por mais ninguém. Ando atrás destes gatunos que roubam (ou tentam roubar) deste modo a dignidade e a verticalidade dos outros.
Torno-me inspector! E ando a deambular pelas ruelas do bom senso e da boa educação em busca de colunas vertebrais que desapareceram misteriosamente!
Acabo por encontrar vértebras partidas espalhadas pelas ruas... já não se sabe de quem são, queimam ao sabor da brisa da ignorância e da falsidade. São puzzles sem solução.
Sou socorrista afinal!
Tento socorrer aqueles a quem foi roubada a sua coluna e devolver-lhes a sua verticalidade. Ando, mais uma vez, pelas ruas a tentar encontrar esses rostos que encaram o chão numa tristeza mórbida... não conseguem olhar para cima... ficaram invertebrados.
Torno-me invertebrado!
Descubro que também a mim me roubaram a coluna, que também me a queimaram...

Torno-me pessoa! Descubro que quem a tem nunca a perde e que por muito que nos a tentem roubar, partir, queimar nunca deixaremos de a ter! Mantemo-nos em pé sem dobrar, com uma coluna vertebral que mete inveja a quem já só consegue ser um invertebrado!

Anedota - só para desanuviar :)



Dois amigos encontram-se no bar. Um deles está com um olho preto.
- O que foi que te aconteceu? -pergunta o outro.

- Levei com um frango congelado na cara! -responde o amigo.

- Mas como foi que aconteceu isso?

- É que ontem a minha mulher estava de mini-saia e baixou-se no congelador para pegar alguma coisa. Eu estava atrás dela e não resisti, agarrei-a ali mesmo.
- A sério?
- Claro! E ela não queria, remexia, e eu fiquei mais excitado ainda, e quanto mais ela gritava, mais eu continuava...

- Porra!

- E ela debatia-se como uma louca, e eu cada vez com mais excitação...
- Só estou a imaginar a cena! - diz o outro excitado.

- E então, enquanto eu a comia, ela conseguiu pegar num frango congelado e deu-me com ele na cara!

- Mas que coisa! A tua mulher não gosta de sexo?

- No Carrefour não...

Quando...como...onde...o quê?


O mundo é uma bola que está na nossa mão! Mas...nós damos por adquirido as fibras, por vezes doces, e não reparamos que algum dia tudo o vento levou. As feridas são tratadas com um toque leve e macio de uma bola...que está na nossa mão!



Do que é que eu falo?

Quem...quando...como...onde...quê?


A sua vida é uma novela por escrever. O rapaz andou enrolado com uma loira australiana e saiu perfumado mas isso foi um bicho de sete cabeças e quando chegou a Abril estava despedaçado. Assim resolveu virar bicha, respondendo pelo nome de Lady Di. Na prancha de surf as ondas levaram-no até um pouquinho mais acima do seu Continente. Foi mau com 3 anjos mas mesmo assim o amor aconteceu-lhe! Teve de enfrentar 300 por ter aparecido de piercings e rapado o cabelo e depois, desorientou-se e perdeu-se numa ilha paradisíaca. Quem é?

Ps: Porei a foto assim que a primeira pessoa me responder correctamente. As minhas meninas (Miss Precious e Sandrine) estão PROIBIDAS de participarem LOL

Vindas da Tailândia


A menina é muito curiosa e por vezes quando mete alguma coisa na cabeça não descansa até satisfazer toda a sua curiosidade. Hummm....posto isto tenho que admitir que a minha curiosidade anda elevadíssima em relação a alguns artigos que se encontram numa sexy shop. Há um tempo atrás "fui obrigada" a ir a uma destas lojas e saí de lá com um sorriso enoooorrrrmmmmme e que ainda hoje me afecta. Agora a minha curiosidade virou-se para outro objecto que, a ser aquilo que penso, pode fazer com que o meu dia de trabalho passe mais depressa. Vou ser concerteza apanhada muito corada e provavelmente a distribuir sorrisos a toda a gente. Só de imaginar que posso estar muito bem sentadinha na cadeira do escritório a preencher alguns formulários e que depois de um exercicio... suspirar. Hummmm. É que vou todos os dia desertinha...para o trabalho!

Inércia para a escrita...


Senti-me visada aquando da ‘dica’ de que estaríamos sem ideias (não que eu seja a ‘participante’ deste blog mais activa mas enfim...).

Eu ter ideias até tenho, chega a haver quem me chame de idiota de tanta ideia que anda por esta cabecinha (e há que louvar o meu neurónio pois numa actividade heróica e solitária esforça-se por levar a bom cabo boas ideias... ou pelo menos por tê-las) mas a verdade é que ando muito abatida e qualquer ideia genial que eu possa ter é logo metida de lado...

Digamos que ando um bocado obcecada... pela minha barriga!!

Não sei porquê mas ela deu em crescer desalmadamente e agora é uma bolinha redondinha e quase do tamanho de uma bola de futebol! E antes que desatem para aí a darem-me os parabéns por uma suposta gravidez eu esclareço que não estou grávida (pelo menos tanto quanto sei) mas sim GORDA!!!!!

A menina está na engorda e como já deve ter aberto a época da caça estou aqui estou com uma maçã na boca numa mesa farta de alguém!!

Portanto perante o facto de que:

- quando me visto fico deprimida porque a roupita encolheu na máquina

- quando me sento a minha barriga bate no peito (e não o contrário que a menina não tem o peitinho descaído, a ordinária da barriga é que tem que empinar para ganhar espaço)

- quando me deito de lado é só pregas desconfortáveis na zona lombar (que se continuarmos com a analogia de paparoca é mesmo um Lombo recheadinho)

- quando pego nos meus sobrinhos ao colo eles têm uma cadeirinha fofinha para se sentarem

- aquando das carícias intimas tenho que dizer “querido o meu peito está mais acima... isso é a minha barriga”

Perante isto tudo e a total inércia para fazer qualquer coisa para lutar contra este aumento substancial de peso e volume ocupado ...

... acham mesmo que me apetece escrever????

Que cidade americana és?

Como não fazemos isto há muito tempo, tomem lá mais um teste. Vamos lá a ver se são uma cidade estimulante ou não.


You Are New York

Cosmopolitan and sophisticated, you enjoy the newest in food, art, and culture.
You also appreciate a good amount of grit - and very little shocks you.
You're competitive, driven, and very likely to succeed.

Famous people from New York: Sarah Michelle Gellar, Tupac Shakur, Woody Allen

Na Valeta

Ontem...fui à Decathlon a Alfragide. No caminho, como co-pilota, vou sempre a fazer comentários (irritantes, eu sei porque também não gosto que mos façam) informativos. "Cuidado! Olha aquele carro! Não te aproximes tanto do da frente! Ui...ui. etc" E vou travando instintivamente. Por vezes, acho que, ia mais tranquila se fosse eu a conduzir mas o que é certo é que gosto mais de ser conduzida para ir mais relax. LOL (Contradição do caraças). A minha “aflição”…tem uma origem. Óbvio né? Um acidente!
Eu não era assim. Era uma rapariga descontraída e quase de todas as vezes que fazia uma viagem de carro adormecia passados 15 km sensivelmente. Deixava que os pensamentos tomassem conta de mim e dali passava para a irrealidade dos sonhos. No entanto a pouco e pouco, a coisa mudou…o gajo teve 3 anos no Porto e veio de lá um condutor “diferente”! E depois de algumas ameaças de acidente lá aconteceu, por fim, o dito. Só danos materiais mas não deixou de ser assustador. A partir daí a menina não pregou mais olho no carro!
Como eu estava a dizer...ontem...mais uma vez lá vinha eu com os comentários que...já não controlo.
- Opa afasta-te desse carro. O homem não vai bom!
- Deve ser um velhote.
- Não é velhote falta-lhe o boné!
- ...
- Opa, afasta-te dele! – disse eu já a travar. – O homem deve ir ao telefone, vai só aos “Ss”!
- Não vai nada ao telefone!
- Não? Raios! Então vai bêbado.
- Ou com sono...– Aqui já o gajo estava a concordar que o melhor era manter uma distância segura.
De repente o carro à nossa frente faz uma guinada e sai da estrada enfiou-se na valeta. A sorte foi que a valeta o obrigou a ir em frente e o homem lá conseguiu segurar o carro e voltou à estrada como se nada fosse!
Ao que parece ia a fumar um cigarro que...caiu e o senhor…descontrolou-se. Preferiu baixar-se e tirar os olhos da estrada e...ia vendo a história da vida dele...contada por outra pessoa!
Adivinhem que se manteve sempre afastado dele o resto da condução, sim porque o senhor teve a "amabilidade" de continuar na nossa frente.
Adivinhem quem deve continuar a fazer mais comentários, sim porque alguns dos meus “irritantes” avisos já nos evitaram algumas situações mais chatas!

Bang...Bang... Pub # 11

Este é magnifico. Muito divertido...também queria ter entrado! Bom pessoal se já andava com a ideia de fazer um desafio fisico...esta pub. só me motivou a antecipá-lo, pelo menos dar a conhecer do que se trata...por isso cá vai.

Quero arranjar um maranhal de gente para participar num jogo de Paintball...quero saber quem quer alinhar ?;) As inscriçoes estão abertas nos coments LOL!!!!!

Vi-as hoje!


Vi-as hoje! Ou melhor já as tinha visto mas quando as vi ainda andavam a fazer o reconhecimento do território. Graciosas! Alegres! E trazem consigo o cheirinho da Primavera. Algumas árvores já anunciam, nos seus ramos, as cores numa explosão de flores. Algumas árvores já libertam o cheiro que elas portam…vi-as hoje! Eram duas…Graciosas! Alegres! Falaram comigo! Eu percebia-as. Não me queriam ali! Mas são elas que têm que sair…elas que procurem outro sitio…para cagar…raios partam às andorinhas! Vão ser graciosas para outro sitio…olha…nos ramos das árvores, por exemplo!

A Páscoa pede coelhinhos


Dizia eu no Covil que só conhecia um vídeo com coelhinhos, mas afinal conheço dois. O outro é este.
Não são bem coelhinhos da Páscoa, mas não me importo de ficar com um ;)
Desculpem lá o facto da música não ser grande coisa, mas aparentemente as bandas decentes não usam muito o tema dos coelhinhos, da Páscoa ou não.
Boa Páscoa a todos.

Cá está a galinha....


Uiiii...que raio de ovos isto faz????? (galinha e coelho)

Coelhos de páscoa

Acho que foi a galinha que fez este trabalho....

Hummm???? Falta de assunto???? Será???


Eu não sei se é de mim ou se pura e simplesmente é de toda a gente (ou só do pessoal com quem me dou) mas PORQUE É QUE AS CONVERSAS VÃO SEMPRE DAR EM SEXO????

Ora imaginem lá isto: Um técnico de informática a ver o computador da minha colega; só eu e ela na sala; e a conversa vai dar em sexo!

Jantar lá em casa, a cortar queijo: a conversa vai dar em sexo!

A beber uma buja: a conversa vai dar em sexo (já estou a ver os comentários deste pessoal: "Olha lá nós não costumamos falar de sexo!"amiguinhos... a menina é polivalente, ok??? e muito sociável)

A assistir a um jogo de sinuka: a conversa vai dar em sexo (hummm ou será só a mente neste caso? Bolas, tacos, hommes... hummm)

Não percebo! Das duas uma, ou o pessoal anda todo muito rebarbado, ou anda todo muito rebarbado ou então têm que começar a conversar mais com as suas damas em casa para ver o que se passa com elas... é que andam com dores de cabeça a mais e andam muito rebarbados!

Mas a dúvida persiste... será de mim ou a vocês também vos acontece isso????

A mim o sexo parece perseguir-me (salvo seja claro está, a conversa sobre... queria eu dizer)... e a vocês??

Rammstein...Du Hast



Já vos disse que adoooorrrrrrooooo Rammstein? LOL Fiquei conquistada com um concerto que vi na Sic radical...a aliar ao som...alemão...o espectáculo que eles dão em palco é um assombro!!!


Du...du hast, du hast, du hast mich ;)

Liberdade, Igualdade, Fraternidade e...

O nível de stress de uma pessoa é inversamente proporcional à quantidade de "foda-se!" que ela diz.

Existe algo mais libertário do que o conceito do "foda-se!"?
O "foda-se!" aumenta a tua auto-estima, torna-te uma pessoa melhor. Reorganiza as coisas. Liberta-te.
"Não quer sair comigo?! - então, foda-se!"
"Vai querer mesmo decidir essa merda sozinho(a)?! - então, foda-se!"
O direito ao "foda-se!" deveria estar assegurado na Constituição. Os palavrões não nasceram por acaso. São recursos extremamente válidos e criativos para dotar o nosso vocabulário de expressões que traduzem com a maior fidelidade os nossos mais fortes e genuínos sentimentos. É o povo a fazer a sua língua. Como o Latim Vulgar, será esse Português Vulgar que vingará plenamente um dia.
"Comó caralho", por exemplo. Que expressão traduz melhor a ideia de muita quantidade que "comó caralho"? "Comó caralho" tende para o infinito, é quase uma expressão matemática.

A Via Láctea tem estrelas comó caralho!
O Sol está quente comó caralho!
O universo é antigo comó caralho!
Eu gosto do meu clube comó caralho!
O gajo é parvo comó caralho!

Entendes?
No género do "comó caralho", mas, no caso, expressando a mais absoluta negação, está o famoso "nem que te fôdas!".
Nem o "Não, não e não!" e tão pouco o nada eficaz e já sem nenhuma credibilidade "Não, nem pensar!" o substituem.
O "nem que te fôdas!" é irretorquível e liquida o assunto.
Liberta-te, com a consciência tranquila, para outras actividades de maior interesse na tua vida.
Aquele filho pintelho de 17 anos atormenta-te pedindo o carro para ir ter com os amigos? Não percas tempo nem paciência. Solta logo um definitivo: "Huguinho, presta atenção, filho querido, nem que te fôdas!". O impertinente aprende logo a lição e vai a pé ou de autocarro para o Centro Comercial encontrar-se com os amigos, sem qualquer problema, e tu fechas os olhos e voltas a curtir o CD.
Há outros palavrões igualmente clássicos.
Pensa na sonoridade de um "Puta que pariu!", ou o seu correlativo "Pu-ta-que-o-pa-riu!", dito assim, cadenciadamente, sílaba por sílaba.
Diante de uma notícia irritante, qualquer "puta-que-o-pariu!", dito assim, põe-te outra vez nos eixos.
Os teus neurónios têm o devido tempo e clima para se reorganizarem e encontrarem a atitude que te permitirá dar um merecido troco ou livrares-te de maiores dores de cabeça.E o que dizer do nosso famoso "vai levar no cu!"?
E a sua maravilhosa e reforçadora derivação "vai levar no olho do cu!"?
Já imaginaste o bem que alguém faz a si próprio e aos seus quando, passado o limite do suportável, se dirige ao canalha de seu interlocutor e solta:
"Chega! Vai levar no olho do cu!"?
Pronto, tu retomaste as rédeas da tua vida, a tua auto-estima. Desabotoas a camisa e sais à rua, vento batendo na face, olhar firme, cabeça erguida, um delicioso sorriso de vitória e renovado amor-íntimo nos lábios.E seria tremendamente injusto não registar aqui a expressão de maior poder de definição do Português Vulgar: "Fodeu-se!". E a sua derivação, mais avassaladora ainda: "Já se fodeu!". Conheces definição mais exacta, pungente e arrasadora para uma situação que atingiu o grau máximo imaginável de ameaçadora complicação?
Expressão, inclusive, que, uma vez proferida, insere o seu autor num providencial contexto interior de alerta e autodefesa. Algo assim como quando estás sem documentos do carro, sem carta de condução e ouves uma sirene de polícia atrás de ti a mandar-te parar. O que dizes? "Já me fodi!"
Ou quando te apercebes que és de um país em que quase nada funciona, o desemprego não baixa, os impostos são altos, a saúde, a educação e … a justiça são de baixa qualidade, os empresários são de pouca qualidade e procuram o lucro fácil e em pouco tempo, as reformas têm que baixar, o tempo para a desejada reforma tem que aumentar … tu pensas "Já me fodi!"

Então:

Liberdade,
Igualdade,
Fraternidade
e
foda-se!!!

Mas não desesperes:
Este país … ainda vai ser "um país do caralho!"
Atenta no que te digo!

Millôr Fernandes (adaptado)

Ps: Recebido por e-mail